Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento | Renovado protocolo com Associação de Modelismo do Centro para combate à vespa asiática

O protocolo entre o Município do Entroncamento e a Associação de Modelismo do Centro de Portugal prevê a destruição de ninhos de vespa velutina através de intervenção química e com recurso a sistemas mecânicos.

- Publicidade -

A renovação do protocolo com a AMCP assenta na preocupação face à proliferação da vespa asiática no concelho e prevê a destruição de ninhos desta espécie invasora através de intervenção química e com recurso a sistemas mecânicos com comprovada eficácia, nomeadamente o Sistraq, desenvolvido e patenteado pela AMCP no INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial.

Refere a autarquia entroncamentense que o método de combate utilizado é composto por um atrativo para vespas velutinas “com feromonas e desenvolvido especialmente para esta metodologia, para entrar no sistema de alimentação das colónias e garantir resultados mais eficazes, tendo em conta as melhores práticas ambientais, tanto nos princípios ativos com menor impacto possível, como nas quantidades a utilizar”.

- Publicidade -

O Município do Entroncamento adquiriu um sistema de ar comprimido para ninhos de vespa asiática em elevada altura. Foto: CME

Entre o Município do Entroncamento e a Associação de Modelismo do Centro de Portugal ficou ainda protocolado o desenvolvimento e estudo de novos sistemas com vista a otimizar os resultados e diminuir os impactos ambientais e o desenvolvimento da utilização de feromonas para intervenção química no sistema de alimentação das colonias, bem como na utilização de armadilhas de controle; a continuação do acompanhamento e documentação de intervenções para comprovação da destruição dos ninhos e respetivas colónias, a fim de evitar reaparecimento de novos ninhos após intervenção, bem como a continuação do estudo do ciclo da vespa e sua adaptação, para melhor conhecimento na decisão de novas formas de luta.

Será ainda fomentado o estudo de novos químicos adaptados a novas formas de intervenção, nomeadamente, a continuação do estudo dos químicos biológicos, bem como o estudo e análise de métodos já utilizados, com o objetivo de verificar a sua eficácia e evitar sistemas que podem ser potenciadores do problema.

Para reforçar o combate à vespa asiática, a autarquia adquiriu ainda um sistema/marcador de ar comprimido para ninhos em elevada altura. O sistema será operado pelo serviço municipal de Proteção Civil do Entroncamento.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome