Entroncamento | PSD e BE unem-se para criticar comunicado do PS

Eleitos do PSD e eleito do BE na Câmara do Entroncamento. Foto: mediotejo.net

Numa posição pública inédita, os vereadores do Partido Social Democrata e do Bloco de Esquerda na Câmara Municipal do Entroncamento emitiram um comunicado conjunto no qual criticam o PS a propósito do episódio de agressão na Escola E.B. 2,3 Dr. Ruy d’Andrade.

PUB

O que está em causa é a moção aprovada por unanimidade na reunião de Câmara do dia 4 de novembro e o comunicado emitido pouco depois pelo PS, considerado pelo PSD e BE “apressado e vergonhoso”.

Nessa reunião de Câmara, no período antes da ordem do dia, o vereador do Bloco de Esquerda, Henrique Leal, secundado pelos vereadores do Partido Social Democrata, Jaime Ramos e Kely Silva,  solicitaram ao presidente da Câmara, Jorge Faria (PS), esclarecimentos acerca dos factos ocorridos na Escola E.B. 2,3 Dr. Ruy d’Andrade na semana anterior, nomeadamente a circunstância de uma professora daquela escola ter sido agredida por um encarregado de educação e sobre qual o ponto da situação em relação às consequências e ao encaminhamento daquela grave ocorrência.

PUB

Após os esclarecimentos dados pelo presidente e pela vereadora da Educação, todos os membros do Executivo se manifestaram no sentido de repudiar a gravidade dos factos e de exigir o apuramento das responsabilidades.

Nessa altura, os vereadores Tília Nunes (PS) e Henrique Leal (BE) foram desafiados pelo presidente a elaborar o texto de uma moção de repúdio ao ataque de que foi vítima a professora e a manifestar a solidariedade e a colaboração do Município do Entroncamento a toda a comunidade escolar, pais, alunos, professores e assistentes operacionais. Ficou decidido que essa moção não teria qualquer proponente e seria aprovada por todos.

PUB

Essa moção foi tornada pública no dia 5, mas antes já a comissão concelhia do Partido Socialista do Entroncamento o PS tinha emitido um comunicado que é alvo da crítica do PSD e BE.

“À revelia de todos os princípios éticos, deontológicos, de falta de pudor e sem um pingo de vergonha na cara, vem (o PS) à pressa verter lágrimas de crocodilo sobre o leite derramado, sem que na verdade, em tempo oportuno, tenham tomado qualquer posição”, lê-se no comunicado conjunto.

PSD e BE questionam “porque é que aqueles titulares partidários do Partido Socialista, e públicos em funções autárquicas pagas com fundos públicos, não comunicaram nada durante toda a semana? Porque é que enfiaram as orelhas na areia como fazem os bichos sorumbáticos, porque é que assobiaram para o lado como fazem as cagarras e agora vêm, pressurosos e apressados denunciar o quê, prestar solidariedade a quem, pôr-se em bicos de pés para alcançar que objetivos inconfessáveis?”

Os dois partidos aguardam agora que o presidente da Câmara Municipal do Entroncamento e os restantes eleitos do PS, “se saibam dignamente demarcar da posição oportunista e despudorada daquelas mentes partidárias que, sem um pingo de vergonha na cara, se apressaram a enviar aquele escrito para a rua”.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here