Entroncamento | Prorrogado prazo de conclusão da empreitada na Rua Ferreira de Mesquita

Após pedido do empreiteiro, foi adiado o prazo de conclusão da empreitada de requalificação da Rua Engenheiro Ferreira de Mesquita. Com aprovação unânime do executivo municipal, a obra tem agora conclusão prevista para o início de 2021.

A reunião de Câmara vieram a deliberação o cronograma financeiro bem como a prorrogação relativos a empreitadas do espaço público, nomeadamente da obra de requalificação da Rua Ferreira de Mesquita.

O presidente do Município do Entroncamento, Jorge Faria, explicou que a obra nesta artéria da cidade deveria terminar a 11 de novembro mas, com o pedido de prorrogação de 60 dias, a conclusão fica adiada para 2021.

PUB

O pedido por parte do empreiteiro da obra é justificado pelo aparecimento de “situações que justificam este atraso”, nomeadamente no que concerne “ao fornecimento de alguns equipamentos por parte da EDP, que entretanto já estão desbloqueados”, conforme elucidou o presidente da Câmara Municipal em reunião do executivo.

O autarca referiu também o atraso na entrega de cabos, bem como de armários de iluminação pública, além da existência de casos positivos de Covid-19 numa empresa que fornece postes de iluminação pública, o que gerou mais um atraso no fornecimento de elementos necessários à conclusão da empreitada.

Rua Engenheiro Ferreira de Mesquita, Entroncamento, em obras. Foto: mediotejo.net

Aprovada a prorrogação do prazo de conclusão da empreitada de requalificação na Rua Engenheiro Ferreira de Mesquita, o vereador social-democrata Rui Bragança propôs no entanto ao executivo socialista que “assim que fosse possível, a Ferreira de Mesquita fosse aberta ao trânsito, nem que fosse com algum condicionalismo”.

Referindo que “com mais 60 dias de atraso o trânsito vai continuar a passar por dentro da cidade”, o vereador solicitou que seja averiguado “junto dos serviços técnicos e da empresa qual a possibilidade de abrir aquela artéria”. “De certeza absoluta que o vai permitir porque se ela já está asfaltada pelo menos na primeira versão, assim que possível, seria muito interessante aquela artéria ser aberta”, disse.

Em resposta, o presidente do Município, Jorge Faria (PS), admitiu que o trânsito nesta rua “nunca esteve verdadeiramente interrompido”, uma vez que se manteve e ainda mantém reservado para moradores. No entanto, e apesar de perceber a intenção sugerida pelo PSD, o autarca defende que “quanto menos interferência tivermos ali melhor, para que a obra seja concluída o mais rapidamente possível”.

“Parece-me que fazemos melhor serviço em aconselhar os nossos munícipes a fazer o trajeto alternativo enquanto a obra não estiver concluída do que estar a enviá-los para uma obra que ainda tem um conjunto de dificuldades. Se calhar daqui a um mês isso pode não ser assim, as pessoas já vêm que podem passar melhor, já passam lá mais”, disse ainda Jorge Faria.

Recorde-se que a intervenção na Rua Eng.º Ferreira de Mesquita abrange o sistema de saneamento e gás natural, assim como a criação de uma via pedonal e ciclável e de pequenas zonas de estacionamento.

PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).