Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento | Projeto PEDU superior a um milhão de euros aprovado pelo executivo

O executivo municipal da Câmara Municipal do Entroncamento aprovou por unanimidade um projeto no âmbito do PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano no valor de 1.300.000€. As obras de requalificação do espaço público vão incidir na Rua Eng.º Ferreira de Mesquita, Travessa do Cais, Rua 1º de Maio e na Praça das Tílias.

- Publicidade -

A proposta do projeto base e a estimativa orçamental foram apresentadas durante a reunião por Jorge Faria e as obras envolvem, entre outras, a alteração de sentido rodoviário da Rua Pedro Álvares Cabral e reabilitação da zona envolvente à Escola das Tílias. A intervenção na Rua Eng.º Ferreira de Mesquita abrange o sistema de saneamento e gás natural, assim como a criação de uma via pedonal e ciclável e de pequenas zonas de estacionamento.

O valor envolvido nesta empreitada é de 1.300.000€, tendo o presidente da autarquia esclarecido o mediotejo.net que inicialmente existiam “entre 12 a 14 pequenos projetos no âmbito do PEDU. No entanto, faltava fazer o projeto e apresentar a candidatura”. Os mesmos foram agrupados em “dois ou três grandes projetos” agregadores, mas que “face ao valor que estão a atingir, em princípio, só vamos ter dois grandes projetos”.

- Publicidade -

Apresentação do projeto durante a reunião de câmara. Foto: mediotejo.net

O primeiro, aprovado na segunda-feira, incide na área da reabilitação urbana. O segundo, acrescentou o autarca, tem principal foco nas “áreas mais desfavorecidas” e deverá ser apresentado numa das reuniões camarárias do mês de setembro.

Jorge Faria referiu ainda que com estes dois projetos, será aplicado “todo o financiamento que temos possível do PEDU e o nosso objetivo é, não só, fazer os projetos, executar, esgotar o PEDU” criando condições de “poder concorrer a novos avisos” neste âmbito.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome