- Publicidade -
Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Entroncamento | Número de alunos do concelho em tendência crescente

O número de estudantes a frequentar os estabelecimentos de ensino do concelho do Entroncamento registou um aumento entre os anos letivos 2016/17 e 2017/18. Uma tendência crescente que deverá manter-se, segundo as expetativas do executivo, e refletir-se em mais uma sala para o 5º e o 7º anos de escolaridade.

- Publicidade -

Os dados foram avançados esta segunda-feira, dia 6, por Tília Nunes durante a reunião do executivo municipal em que a vereadora referiu que no ano letivo passado alguns alunos tiveram de optar por estabelecimentos de ensino fora do concelho. O assunto surgiu no seguimento da referência à reunião realizada a 30 de abril no âmbito da rede escolar do Médio Tejo, que juntou representantes dos concelhos da região em Lisboa para planear o ano letivo de 2019/20.

No caso do Entroncamento, Tília Nunes confirmou que o número de salas dos Jardins de Infância e do 1º Ciclo continuará a ser 12 e 29, respetivamente. O cenário mantém-se igual nas salas do 6º ano e no número de turmas do ensino profissional, mas muda no que respeita às salas do 5º e 7º anos. As primeiras passam de 10 para 11 e no caso das segundas foram aprovadas 10 com a possibilidade de passar para 11.

- Publicidade -

Em declarações ao mediotejo.net no final da reunião, a vereadora lembrou que o aumento do número de alunos registado no ano letivo passado veio contrariar a tendência decrescente que se vinha a acentuar nos cinco anos anteriores. A responsável pelo pelouro da Educação sublinhou ainda que apesar do aumento “não ser muito significativo”, a expetativa é que a tendência de crescimento se mantenha no ano letivo 2019/20.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome