- Publicidade -
Segunda-feira, Dezembro 6, 2021
- Publicidade -

Entroncamento | MUSP quer “reforço das atividades de prevenção” na bacia do Tejo

As Comissões de Utentes dos Serviços Públicos decidiram, durante o seu 13º Encontro Nacional, que decorreu no dia 25 de novembro, no Entroncamento, “exigir das autoridades o reforço das actividades de prevenção e coacção sobre reincidentes poluidores” na Bacia Hidrográfica do Tejo.

- Publicidade -

- Publicidade -

Neste Encontro, organizado pela Direcção Nacional do Movimento de Utentes dos Serviços Públicos (MUSP), as comissões consideraram “toda a bacia hidrográfica do Tejo um bem essencial à promoção da qualidade de vida das populações que vivem e trabalham no seu território”.

Os Utentes da Saúde decidiram, por unanimidade, “afirmar a necessidade de concretização de um plano de emergência e a elaboração de um plano de sustentabilidade ecológica que tenha em devida conta a previsão de secas frequentes e prolongadas com efeitos significativos no regime de caudais do Rio”.

- Publicidade -

Na moção aprovada, as comissões reafirmam “a importância do envolvimento das populações e suas organizações, das autarquias e dos deputados da Assembleia da Republica na pressão social e política junto do Ministério do Ambiente e do Governo”.

O MUSP considera de “importância vital a bacia hidrográfica do Tejo para as populações na vertente social, económica e ecológica, uma vez que é fonte de energia, fonte de água para consumo humano e para actividade agrícola, e o ‘ganha pão’ para as comunidades piscatórias”.

Para o Movimento de Utentes “nos últimos anos, não só devido aos períodos de seca, têm-se verificado graves episódios de poluição, muitos fruto das actividades industriais e humanas”.

 

Jornalista profissional há mais de 30 anos, passou por vários jornais diários nacionais, nomeadamente pelo 'Diário de Lisboa', 'Diário de Notícias' e 'A Capital'. Apaixonada pela profissão desde a adolescência, abraçou o jornalismo nas suas diversas áreas, desde o Desporto às Artes e Espetáculos, passando pela Política e pelos temas Internacionais. O jornalismo de proximidade surge agora no seu percurso.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome