Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento: Museu Nacional Ferroviário abre portas no aniversário da ferrovia nacional

O Museu Nacional Ferroviário iniciou na sexta-feira, dia 28, o programa comemorativo dos 160 anos dos Caminhos de Ferro Portugueses. A sessão de abertura contou com a presença do Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, numa tarde em que houve dança, modelismo ferroviário e inauguração de exposições ligadas ao trabalho laboral e às artes plásticas. As portas continuam abertas até este domingo e as propostas gratuitas incluem música, oficinas temáticas e cinema.

- Publicidade -

Os 160 Anos dos Caminhos de Ferro Portugueses motivaram a criação de um programa comemorativo que abre as portas do Museu Nacional Ferroviário aos visitantes durante três dias (até este domingo). As comemorações tiveram início na tarde de sexta-feira com uma Sessão Solene em que esteve presente o Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d’Oliveira Martins.

Ao discurso e descerrar da placa alusiva à data, o Secretário de Estado participou nas restantes atividades do primeiro dia de comemorações ladeado pelo presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, e o presidente da Fundação Museu Nacional Ferroviário (FMNF), Jaime Ramos.

- Publicidade -

01
Fotos: mediotejo.net

A comitiva juntou-se, assim como os visitantes que aproveitaram a entrada gratuita para conhecer a história da ferrovia portuguesa na data em que se assinalavam os 160 anos da primeira viagem de comboio, entre Lisboa e o Carregado.

Além das exposições e diversões propostas pelo museu nos restantes dias do ano, os presentes tiveram como motivos extra de visita a sessão de sapateado do bailarino e professor Michel, do Tap Dance Center Lisboa, o início do evento de modelismo ferroviário LOCOMODELS_EXPO 2016, a apresentação de uma maqueta da Siemens, a abertura da nova ala expositiva dedicada ao trabalho oficinal nas oficinas da Figueira da Foz e a inauguração da exposição “Nas Entre-Linhas” da artista plástica Joana Arez. O último motivo incluiu uma sessão de leitura sobre factos e curiosidades associados ao dia 28 de outubro de 1856.

Fotos: mediotejo.net
Fotos: mediotejo.net

Até este domingo existem mais motivos para visitar o Museu Nacional Ferroviário. No sábado foi lançado a nível nacional o jogo de tabuleiro “Ticket to Ride” e o músico Pedro Dyonysyo deu um concerto acústico. Este domingo realiza-se uma sessão de cinema infantil com o filme “Paddington”, diversas oficinas temáticas, e são entregues os prémios do concurso nacional de dioramas “O Ambiente Ferroviário” promovido pela LOCOMODELS_EXPO.

Em declarações ao mediotejo.net, o presidente da FMNF, Jaime Ramos, salientou que os 160 Anos dos Caminhos de Ferro Portugueses são “uma data importantíssima” e o museu é a entidade “mais importante e mais responsável para assinalar esta efeméride”.

Fotos: mediotejo.net
Fotos: mediotejo.net

O programa diversificado, diz, foi pensado para que “todos os públicos sintam interesse” e a abertura gratuita do espaço durante os três dias contribuirá para que mais pessoas se juntem às 32.000 que já o visitaram.

Segundo Jaime Ramos, as verbas são importantes e necessárias, mas “a maior riqueza que temos neste museu é toda a História e, muito particularmente, as pessoas que nos visitam”.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome