- Publicidade -

Entroncamento: Ministro da Educação inaugura duas escolas no concelho

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, esteve no Entroncamento esta segunda-feira, dia 24, para a inauguração de duas escolas. A visita começou na nova Escola Básica do Bonito e terminou na requalificada Escola Básica EB 2/3 Dr. Ruy d’Andrade, dois estabelecimentos de ensino que representam um investimento global superior a nove milhões de euros e envolvem mais de mil alunos do concelho.

- Publicidade -

A Escola Básica do Bonito e a Escola EB 2/3 Dr. Ruy d’Andrade foram inauguradas na tarde desta segunda-feira pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues. O ministro discursou no primeiro estabelecimento de ensino, que caraterizou como “um grande presente” recebido como “algo há muito desejado” e destacou a importância da requalificação das escolas existentes para que estas possam ter “uma nova vida” em troca da “vida que elas nos deram”.

O descerrar das placas foi acompanhado por atuações dos alunos e visitas guiadas às duas escolas com paragem em algumas salas de aula. As crianças do 2º ano da Escola Básica do Bonito partilharam o que tinham aprendido há minutos sobre os cinco sentidos e os adolescentes do 8º ano da Escola EB 2/3 Dr. Ruy d’Andrade falaram sobre os objetivos da publicidade, conseguindo alguns deles um autógrafo de Tiago Brandão Rodrigues.

- Publicidade -

As obras inauguradas envolveram um investimento global na ordem dos nove milhões de euros, €6.744.000,00 dos quais comparticipados pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. O restante valor foi assegurado pelo Ministério da Educação com €846.000,00 (na Escola Dr. Ruy d’Andrade) e pelo município com €1.470.000,00. Na Escola Básica do Bonito o investimento europeu foi de €2.400.000,00 e o municipal de €992.000,00, subindo os valores quando falamos da Escola EB 2/3 Dr. Ruy d’Andrade (€4.344.000,00 do FEDER e €992.000,00 do município).

Inauguração da Escola Básica do Bonito. Fotos: mediotejo.net
Inauguração da Escola Básica do Bonito. Fotos: mediotejo.net

De acordo com os dados do Agrupamento de Escolas Cidade do Entroncamento, no início do ano ano letivo 2016/17 estes estabelecimentos de ensino abrangiam 1047 dos cerca de 2700 alunos que frequentam o ensino público do concelho (716 na Escola EB 2/3 Dr. Ruy d’Andrade e 331 na Escola Básica do Bonito). Feitas as contas, as obras realizadas em ambas as escolas, no valor total de €9.060.000,00 – €2.878.000,00 da Escola Básica do Bonito e €6.182.000,00 da Escola EB 2/3 Dr. Ruy d’Andrade – representam um investimento na ordem dos €8.650.000,00 por aluno.

No final da inauguração, a diretora do agrupamento, Filomena Pereira, partilhou com o mediotejo.net que o momento representa “uma mais valia” para a comunidade escolar na medida em que “existe sempre uma relação entre o espaço físico e a melhoria das aprendizagens”. A comprová-lo, diz, está a melhoria dos “resultados escolares”, dos alunos desde que estrearam a Escola Básica do Bonito no ano letivo 2014/15 e antigamente frequentavam as escolas Básicas n.º 2 (Escola das Tílias) e nº 3.

Os novos estabelecimentos de ensino começaram a ganhar a forma atual em 2012, tendo a Escola Dr. Ruy d’Andrade sido capacitada para 800 alunos com acesso a 36 salas de aula, auditório, refeitório, cozinha, salas para ensino de artes e música, gabinetes e um elevador para pessoas com mobilidade reduzida. No caso da Escola Básica do Bonito, os 478 alunos previstos podem usufruir, entre outros, de 16 salas no primeiro ciclo e três salas no pré-escolar, biblioteca e parque infantil.

 

Inauguração da Escola EB 2/3 Dr. Ruy D'Andrade. Fotos: mediotejo.net
Inauguração da Escola EB 2/3 Dr. Ruy D’Andrade. Fotos: mediotejo.net

Jorge Faria também falou com o mediotejo.net sobre o significado da inauguração da escola feita de raiz e da escola requalificada, inaugurada pela primeira vez em outubro de 1973. Para o presidente da autarquia, trata-se de um “ato simbólico” que “valoriza e dá importância à educação” e “completa uma rede de estabelecimentos de ensino de grande qualidade da nossa cidade”. Uma aposta que garante “mais educação e melhor educação para que todos possam ter as melhores oportunidades”.

No entanto, para que a rede fique totalmente concluída falta a remodelação do pavilhão gimnodesportivo da Escola EB 2/3 Dr. Ruy d’Andrade no valor de €615.000,00, cujo processo, lamenta Jorge Faria, “se tem arrastado desde abril sem razão que nós possamos entender”. A recente celebração do Acordo de Colaboração da componente nacional com a Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, faz com que o município esteja a aguardar a “luz verde por parte dos financiamentos comunitários do Centro 2020” para dar início às obras.

A situação, diz Jorge Faria, “deverá ficar resolvida na primeira quinzena de novembro”, permitindo o lançamento da empreitada “até ao final do ano” com o objetivo de se realizarem as obras entre as férias do Natal e as férias da Páscoa.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).