Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento: Ministra da Justiça visita Secundária e adota-a como a sua escola

A Ministra da Justiça, Francisca Van Dunen, esteve presente no arranque do ano letivo 2016/17 na Escola Secundária do Entroncamento. A visita realizada esta quarta-feira, dia 14, integra a iniciativa de valorização da escola pública promovida pelo Governo que envolve 30 ministros e secretários de estado que, em alguns casos, regressaram às suas escolas. A ministra demonstrou interesse em “adotar” a Escola Secundária do Entroncamento como a sua em território nacional e o pedido foi aceite.

- Publicidade -

A Escola Secundária do Entroncamento foi um dos estabelecimentos de ensino escolhidos pelo Governo para integrar a iniciativa de valorização do ensino público que esta quarta-feira levou o primeiro-ministro António Costa, 15 ministros e 15 secretários de estado a marcar presença no arranque do ano letivo 2016/17 em escolas de norte a sul do país.

A visita da Ministra da Justiça, Francisca Van Dunen, esteve associada ao programa “Justiça para Tod@s” que tem como objetivo promover os valores democráticos através de ações de sensibilização, divulgação, workshops e simulações de casos em tribunal junto da comunidade escolar.

- Publicidade -

Fotos: mediotejo.net
Fotos: mediotejo.net

O projeto de âmbito nacional teve início no ano letivo 2014/15 no Agrupamento de Escolas Cidade do Entroncamento, envolvendo 242 alunos e orientado por Lurdes Gameiro, coordenadora de Clubes e Projetos do agrupamento. No ano letivo seguinte, juntou-se a Escola Profissional Gustave Eiffel.

Francisca Van Dunen foi recebida na biblioteca escolar pelo presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria, e pela Diretora do Agrupamento de Escolas do Entroncamento, Filomena Pereira, juntamente com uma comitiva que reuniu representantes do município e outras entidades ligadas à área do ensino e da Justiça.

Fotos: mediotejo.net
Fotos: mediotejo.net

A ministra começou por referir o regresso de alguns ministros aos estabelecimentos de ensino onde estudaram no território nacional no âmbito da iniciativa governamental desta quarta-feira. Facto que não se aplica ao seu caso na medida em que chegou a Portugal em 1973 para tirar o curso de Direito na Universidade Nova de Lisboa, interrompido devido ao 25 de Abril e concluído apenas depois de regressar ao nosso país em 1977.

À gratidão expressada por estar na Escola Secundária do Entroncamento juntou o pedido “gostava que esta passasse a ser a minha escola”. Uma vez aceite na comunidade escolar da cidade ferroviária, a ministra destacou os diversos projetos realizados, salientando que “tudo na vida se relaciona com a Justiça, com o ser justo e com o sermos bons cidadãos”.

Fotos: mediotejo.net
Fotos: mediotejo.net

No final da visita, que incluiu a apresentação do agrupamento, do projeto “Justiça para Tod@s” e uma passagem por uma aula de português do segundo ano do curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, a ministra caraterizou o projeto “Justiça para Tod@s” como “extraordinário”.

Em declarações aos jornalistas, destacou o impacto que o mesmo tem nos alunos através da “formação para a cidadania, para os direitos deles e os direitos dos outros”, a par da abordagem de temáticas associadas “aos problemas das escolas e deles” e a “aproximação aos Tribunais”.

Fotos: mediotejo.net
Fotos: mediotejo.net

O desenvolvimento da cidadania ativa através do programa de âmbito nacional na comunidade escolar destacado pela ministra foi igualmente salientado por Filomena Pereira e Jorge Faria. Ao mediotejo.net, Diretora do Agrupamento de Escolas salientou que a integração de Francisca Van Dunen na comunidade escolar do Entroncamento representa novas oportunidades de visita no futuro com envio regular de convites para iniciativas realizadas no agrupamento.

Por seu lado, o presidente da autarquia referiu que a visita da representa “um momento alto no início deste ano letivo, sobretudo por se tratar de uma ministra conhecida pela sua proximidade às pessoas, à cidadania e à Justiça”, áreas que diz serem prioritárias no trabalho desenvolvido entre o município e o agrupamento de escolas.

Jorge Faria aproveitou o momento para pedir que Francisca Van Dunen interceda junto das entidades competentes para a resolução do processo de empreitada do pavilhão gimnodesportivo da Escola Dr. Ruy D’Andrade, cuja candidatura entregue no passado mês de abril tem enfrentado dificuldades para ser aprovada.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome

- Publicidade -