Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento: José Canelo conquista ouro europeu a dobrar em Itália e pode duplicá-lo

José Canelo voltou a subir ao pódio com a conquista do primeiro lugar nas duas provas disputadas no XI Campeonato Europeu de Atletismo Master Pista Coberta – 2016, a decorrer em Ancona (Itália). O atleta veterano do CLAC sagrou-se campeão europeu dos 3000m e dos 800m no escalão M90 e espera trazer, pelo menos, “mais uma” medalha para Portugal.

- Publicidade -

O ouro a dobrar conquistado por José Canelo esta semana no XI Campeonato Europeu de Atletismo Master Pista Coberta – 2016, que se realiza em Ancona (Itália) entre os dias 29 de março e 3 de abril, comprova que algumas coisas se apuram mesmo com a idade. Aos 91 anos, o atleta do CLAC – Clube de Lazer Aventura e Competição do Entroncamento junta o primeiro lugar do pódio nesta competição ao título de tetra campeão mundial de atletismo com que se sagrou no Campeonato do Mundo para Veteranos, em Lyon (França), no passado mês de agosto.

O mediotejo.net falou com José Canelo depois de mais um dia de preparação física deste veterano entroncamentense que treina três vezes por semana no Parque Verde do Bonito e a vitória foi descrita como “uma situação muito vivida, muito alegre” que resultou porque “na parte final dei um esticão e cheguei em primeiro lugar”.

- Publicidade -

CANELOAlém das corridas de 3000m e 800m, realizadas a 29 e 31 de março, respetivamente, José Canelo tem pela frente as de 1500m neste sábado, dia 2, e de 400m no dia seguinte. A última prova é aquela em que revela ter “mais receio” por se considerar um “atleta médio” a quem “carece velocidade”, mas assegura a vitória dos 1500m quando diz “estou a olhar para as medalhas e os diplomas e quero ver se junto ainda mais uma”.

O atleta que empresta o nome à Pista de Atletismo da cidade ferroviária desde setembro de 2010 continua a suportar as despesas quando representa a região e o país em provas nacionais e internacionais, mas a falta de apoios e patrocínios não lhe quebra o ritmo. Neste campeonato europeu, a pista tem sido partilhada com “cavalheiros” de escalões mais baixos e na final dos 800m, que integrava os escalões M85 e M90, José Canelo revela ter-se sentido “bem” ao ultrapassar “um de 85 anos que ficou danado”.

05_ciclovia verde
O atleta empresta o nome à Pista de Atletismo da cidade ferroviária desde setembro de 2010

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome