Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Outubro 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento | Investimento previsto para Estrada da Barroca será aplicado noutras obras municipais

Uma parte das verbas inicialmente previstas para as obras na Estrada da Barroca vai ser aplicada noutros projetos municipais. A alteração da finalidade do empréstimo bancário, até 546.900€, foi aprovada por unanimidade na reunião do executivo municipal e o investimento será feito na repavimentação da zona industrial, no Cine-Teatro S. João e no Mercado Municipal.

- Publicidade -

Jorge Faria, presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, esclareceu os restantes elementos do executivo durante a reunião que o concurso público associado à Estrada da Barroca, lançado no início do ano, “ficou deserto”. O único concorrente apresentou na altura o preço base, mas terá apontado outro valor mais tarde, levando à exclusão da proposta. Neste momento, o projeto está a ser “avaliado” com alguns “ajustes”.

No final da reunião, Jorge Faria, confirmou ao mediotejo.net que a transferência da finalidade do crédito bancário se deve ao facto do contrato de financiamento em questão ter como condição “ser utilizado até ao final do ano de 2018”. A não utilização deste financiamento implicaria a realização de um novo procedimento, pelo que se optou por não “deixar cessar esse financiamento aprovado e reafetá-lo em investimentos diferentes”.

- Publicidade -

A alteração da finalidade do crédito bancário foi aprovada por unanimidade esta segunda-feira. Foto: mediotejo.net

Segundo o presidente, mesmo que a empreitada da Estrada da Barroca fosse iniciada este ano, não seria possível utilizar a totalidade do valor. O mesmo será agora aplicado em “parte do investimento” do Cine-Teatro S. João e do Mercado Municipal que “não foi financiado por fundos comunitários”, ou seja, a parte suportada pela componente nacional.

Estas duas obras encontram-se em curso e, no caso da zona industrial, o processo está a ser concluído, tendo o presidente da autarquia acrescentado que o início destas obras, com duração de dois meses, está previsto para o próximo mês de outubro. Uma vez aprovada por unanimidade pelo executivo municipal, a adenda será levada a votação na Assembleia Municipal do Entroncamento, assim como ao visto do Tribunal de Contas.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome