- Publicidade -

Entroncamento: ex-presidente da Câmara julgado por prevaricação

Está marcada para dia 2 de dezembro, esta sexta-feira, no tribunal de Santarém, a primeira sessão do julgamento de Jaime Ramos, ex-presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, pelo crime de prevaricação de titular de cargo político.

- Publicidade -

O ex-autarca, que exerceu o cargo de 2001 a 2013, foi pronunciado por factos ocorridos em 2008. Nessa altura, Jaime Ramos “não promoveu o andamento de um processo de contraordenação, tendo, assim, permitido que decorresse o prazo prescricional desse procedimento, com intenção de beneficiar o infrator”, segundo a Procuradoria da Comarca de Santarém.

Além do ex-presidente da câmara, é arguido um funcionário autárquico, pelo crime de abuso de poder. Trata-se do antigo diretor do Departamento de Urbanismo e Obras Públicas, Silvino Santos.

- Publicidade -

Há ainda um terceiro arguido, que terá, entre 2005 e 2011, assinado projetos de arquitetura que seriam da autoria do técnico municipal.

Segundo a Procuradoria, esses projetos “davam entrada na Câmara Municipal onde o segundo arguido, na qualidade de funcionário autárquico com funções de direção, dava parecer favorável à sua aprovação, violando os deveres funcionais de isenção e imparcialidade que deviam presidir ao exercício das suas funções”.

Na investigação deste caso, o Ministério Público foi coadjuvado pela Polícia Judiciária.

O julgamento tem sessões marcadas para os dias 2 e 9 de dezembro.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).