PUB

Entroncamento em risco elevado devido à pandemia encerra mercado semanal e decreta medidas complementares

Às 24h00 desta terça-feira, 24 de novembro, entrou em vigor um novo estado de emergência no âmbito da pandemia de Covid-19. No caso do Entroncamento, o concelho integra a lista de concelhos de risco elevado, estando por isso sujeito a restrições que implicam, nomeadamente o encerramento do mercado semanal nos próximos dois fins de semana. No dia em que o concelho assinala os 75 anos de existência, o Município do Entroncamento anunciou ainda medidas complementares, nomeadamente o encerramento dos serviços municipais.

PUB

Com a entrada em vigor do novo estado de emergência, no âmbito do qual o concelho do Entroncamento integra o grupo dos concelhos de risco elevado devido à Covid-19, estão em vigor no concelho o encerramento dos estabelecimentos às 22h00 (tal como já havia sido determinado pela autarquia anteriormente, de forma preventiva), o encerramento dos restaurantes, equipamentos culturais e instalações desportivas destinadas à prática desportiva federada às 22h30, bem como a proibição de realização de eventos com aglomerados superiores a seis pessoas.

Quanto à circulação na via pública, está proibida entre as 23h00 e as 5h00 (diariamente). Em despacho assinado pelo presidente da Câmara Municipal do Entroncamento é ainda referido que “mesmo nos períodos em que a circulação é permitida, os cidadãos devem abster-se de circular em espaços e vias públicas e /ou privadas e permanecer no respetivo domicílio”.

PUB

Tendo em conta também este estado de emergência, o mercado semanal do concelho vai estar encerrado nos próximos dois fins de semana, nomeadamente no dia 28 de novembro e 5 de dezembro.

Além destas medidas, o Município anunciou medidas complementares a implementar no concelho. No que diz respeito aos mercados, vai manter-se em funcionamento o mercado diário e o mercado grossista (às quintas-feiras), mediante o “cumprimento escrupuloso dos planos de contingência aplicáveis”. “Aos sábados, no âmbito do controlo de acesso ao mercado diário, será feito o controlo da temperatura”, lê-se ainda no despacho.

Outras das medidas determinadas nesta altura, no âmbito das competências do presidente do Município, é o encerramento de todos os serviços municipais nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro. Também a ESER – Escola de Segurança Rodoviária vai encerrar a partir do dia 25 de novembro.

Recorde-se que paralelamente a estas medidas aplicáveis ao concelho do Entroncamento, estão em vigor outras regras de âmbito nacional na sequência do novo estado de emergência, nomeadamente a proibição de circulação inter-concelhia entre as 23h00 de 27 de novembro e as 5h00 de 2 de dezembro e entre as 23h00 de 4 de dezembro e as 5h00 de 9 de dezembro, a par da tolerância de ponto nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro para o setor publico (com recomendação aos privados para dispensa dos trabalhadores nas mesmas datas) e do confinamento obrigatório a doentes com covid-19 e a pessoas a quem a autoridade de saúde ou outros profissionais de saúde tenham determinado a vigilância ativa, bem como o uso obrigatório de máscara no local de trabalho.

Numa comunicação em vídeo dirigida à população, no dia em que o concelho assinala os 75 anos de existência, o presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria, explica a aplicação das medidas acima enunciadas e deixa a mensagem de que “é importante que nós cumpramos todas as regras, as recomendações que são feitas, no sentido de estarmos o mais isolados possíveis para evitar a propagação desta pandemia”.

PUB
PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).