Quarta-feira, Março 3, 2021
- Publicidade -

Entroncamento | Duas turmas em isolamento e situação quase normalizada no Lar dos Ferroviários

Na reunião do executivo municipal de 2 de novembro, o presidente do Município do Entroncamento, Jorge Faria (PS) deu conta do ponto de situação relativamente à pandemia de Covid-19 nas escolas e no Lar dos Ferroviários. Atualmente, existem no total do Agrupamento duas turmas em confinamento. Já no Lar dos Ferroviários, a expectativa é a de que o surto esteja perto de chegar ao fim.

- Publicidade -

No ponto de situação feito em reunião do executivo municipal a 2 de novembro, o presidente do Município explanou que, no que concerne às escolas, o cenário passou de uma semana passada sem qualquer turma em isolamento para a atual semana com duas turmas em confinamento.

Um estudante e uma professora que testaram positivo à Covid-19 levou a que o Agrupamento de Escola Cidade do Entroncamento acionasse o plano de contingência, pondo em isolamento uma turma da Escola Básica Ruy D’Andrade e outra da Escola Secundária. Jorge Faria esclarece que a origem dos casos não foi interna da escola, e que no caso do aluno infetado tal situação era já expectável uma vez que os seus pais tinham anteriormente testado positivo ao novo coronavírus.

- Publicidade -

“O Agrupamento tem as coisas muito bem organizadas nesta perspetiva, quer na divulgação da informação ao delegado de saúde quer na intermediação entre o delegado de saúde e os pais e também já estão a ser postos em prática os mecanismos de apoio aos miúdos”, assegurou o autarca. As duas turmas vão estar em isolamento durante 10 dias.

Lar do Entroncamento da Associação dos Lares Ferroviários. Foto: DR

Quanto ao Lar dos Ferroviários, o autarca deu conta de que os números se mantêm inalterados (13 infetados, atualmente) estando prevista para esta semana nova testagem aos utentes que ainda se encontram, de acordo com a última testagem, positivos à Covid-19.

“Estamos numa situação de praticamente normalidade. Esperemos no princípio da semana que vem poder dizer que o surto no lar dos ferroviários, dois meses depois de se ter verificado, se extinguiu. É essa a nossa expectativa”, admitiu o autarca que revelou ainda que já regressaram à autarquia as duas funcionárias que estavam a dar apoio ao lar, sendo atualmente “total” a normalidade de funcionamento do mesmo.

Jorge Faria elucidou ainda que está a decorrer um processo de testagem promovido pela Segurança Social junto de todas as IPSS’s com mais de 50 trabalhadores, em que estão a ser testados 25% de cada vez os funcionários dessas IPSS’S. Na Santa Casa da Misericórdia já foram testados 75% dos funcionários e “felizmente, até agora, não há nenhum caso positivo. Esperemos que o último quarto de pessoas que vai ser testada também continue a demonstrar essa situação”, referiu.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou à capital com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).