PUB

Entroncamento | Covid-19: “É muito preocupante a situação”, diz presidente de Câmara

Numa comunicação dirigida à comunidade entroncamentense, o presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria, fez um ponto de situação quanto à evolução da pandemia de Covid-19 no concelho. Admitindo que a situação “é muito grave”, o autarca ressalva a importância de tomar medidas para conter a evolução da Covid-19 no concelho, que desde sexta-feira passou a integrar a lista dos concelhos de risco muito elevado.

PUB

Na mensagem em vídeo dirigida à população na sexta-feira, 8 de janeiro, o presidente da Câmara Municipal do Entroncamento começou por dar conta do “crescimento exponencial do número de casos no concelho” nos últimos tempos, em especial desde o início do ano. Referindo a existência de 73 casos apenas em dois dias (52 novos casos no dia 7 de janeiro e 21 casos no dia 8 de janeiro, aos quais se acrescem 18 novos casos este sábado), Jorge Faria sublinhou que estes valores são já “maiores do que o número de casos acumulados que tivemos nos primeiros seis meses no concelho do Entroncamento”.

Ainda sem resposta para o crescimento galopante no número de casos, apontando no entanto como possibilidades o “resultado das liberdades que cada um de nós terá tido durante as festas de Natal e Ano Novo”, o autarca refere que a situação no concelho “é muito preocupante”, a par da realidade a nível nacional “muito preocupante”, o que exige a tomada de “medidas de contenção desta evolução”.

PUB

Resultado do agravamento da situação, com a renovação do estado de emergência o concelho passou a estar incluído desde as 00h00 do dia 8 de janeiro na lista dos concelhos de risco muito elevado. Situação que, esclarece o autarca, traz “restrições ainda mais gravosas”.

“Durante a semana, é proibida a circulação na via pública entre as 23h00 e as 5h00. Os estabelecimentos comerciais terão que encerrar às 22h00. Os restaurantes terão de encerrar às 22h30. A feira semanal, se esta situação se mantiver, tenderá a ser proibida a sua realização”, elucida Jorge Faria.

Entroncamento. Foto: Arlindo Homem

O autarca refere que os casos ativos na cidade são “dispersos, e, felizmente, não temos notícia da existência de surtos”. A este ponto, o presidente do Município do Entroncamento dá conta de que ao nível das escolas não há até hoje qualquer surto, havendo sim “uma ou outra turma em isolamento”. “A partir de segunda-feira vamos ter uma turma do 9.º ano em isolamento pela existência de um caso”, acrescentou.

Jorge Faria enaltece a “capacidade de resistência muito relevante” ao nível das escolas, referindo ainda que “os casos que temos tido são normalmente com origem em contactos exteriores à escola”.

A par das medidas definidas no âmbito da Covid-19 na nível nacional, Jorge Faria relembra no vídeo a importância de cumprir com “ o dever cívico de recolhimento no nosso domicilio, que os nossos contactos sociais sejam reduzidos ao máximo de cinco pessoas, que possamos reforçar os nossos comportamentos de prevenção, de forma a que em conjunto todos nós possamos contribuir para inverter esta situação”.

PUB
PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).