Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento | Contas de 2020 passam por maioria em Assembleia Municipal (c/áudio)

Com uma taxa de execução da receita de 89% e da despesa na ordem dos 81%, os documentos de prestação de contas da autarquia relativos a 2020 foram aprovadas por maioria na Assembleia Municipal do Entroncamento.

- Publicidade -

As contas de 2020 foram aprovadas por maioria com os votos favoráveis da maioria socialista e do CDS-PP, numa deliberação que contou com o voto contra da CDU e abstenção do BE e PSD. Antes da votação em Assembleia Municipal, o relatório de gestão do ano transato foi previamente aprovado por maioria em reunião de Câmara Municipal (com abstenção dos vereadores do BE e PSD), ocasião na qual o presidente do Município, Jorge Faria (PS), assumiu que 2020 foi um ano pautado por uma “gestão serena”.

“Apesar de no final do ano termos passado cerca de 796 mil euros de obrigações por pagar – mesmo assim inferior a qualquer um dos últimos quatro anos – (…) praticamente mais de metade foram saldados [no início de 2021]”, referiu, acrescentando que aos dias de hoje a Câmara “está a pagar mais rápido”.

- Publicidade -

Com uma taxa de execução da receita de 89% – valor que o autarca refere ser superior a anos anteriores – e da despesa na ordem dos 81%, em 2020 o resultado líquido do exercício é de 934 mil euros, um valor que é menor do que em 2019.

Jorge Faria sublinhou uma redução da dívida total do Município superior a um milhão de euros, situando-se, no final de 2020, nos 7 milhões e 938 mil euros (dos quais cerca de seis milhões são relativos a empréstimos).

Em Assembleia Municipal, a oposição pronunciou-se sobre as contas de 2020, com o deputado Manuel Faria (PSD) a usar primeiramente da palavra para admitir que o relatório “não disponibiliza dados concretos sobre o concelho nos principais económicos, sociais e outros”.

Expondo que em termos de investimento, em 2020 houve uma retração de 20%, “aproximadamente 612 mil euros”, o social-democrata referiu o aumento do valor de empréstimo na ordem dos 36,5%.

ÁUDIO | Manuel Faria apresenta declaração de voto da bancada do PSD sobre contas de 2020

Já pela bancada do Bloco de Esquerda, o deputado Carlos Matias apontou a “incidência na gestão municipal” que teve a pandemia de Covid-19. “A diminuição da atividade económica refletiu-se na redução de algumas receitas significativas”, disse, assinalando que “globalmente, as receitas ficaram abaixo do previsto, o que era natural e expectável”.

ÁUDIO | Carlos Matias (BE) fala sobre relatório de contas da autarquia de 2020

Do lado da CDU, as críticas foram para uma “execução orçamental de continuidade”. “Não fosse a pandemia e seria mais do mesmo”, afirmou o deputado António Ferreira.
Falando em necessidade de alcatroamento de ruas, substituição de iluminação, requalificação de zonas verdes e “ordenamento de trânsito adequado”, o comunista criticou ainda a aceitação de competências por parte da autarquia no âmbito da descentralização “sem se preocupar com a sua regulamentação”.

ÁUDIO | António Ferreira (CDU) sobre contas de 2020

“Um prestar de contas de um executivo pouco preocupado com o social e a qualidade de vida dos entroncamentenses. Esta não é a prestação de contas da cidade para as pessoas”, concluiu.

A última intervenção foi do CDS-PP – que, recorde-se, votou favoravelmente o relatório de contas 2020 – com o deputado Pedro Gonçalves a reclamar “uma nova taxa de derrama”, mais apoio às associações e mais ações no âmbito da ação social.

ÁUDIO | Pedro Gonçalves (CDS) aponta o que é preciso para o Entroncamento

“Não basta olhar para a dívida, é preciso também olhar para as pessoas”, terminou.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome