- Publicidade -

Entroncamento | Centro Cultural recebeu Jornadas da CPCJ

As Jornadas da CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, realizadas no passado dia 30 de abril, encerraram as atividades desenvolvidas do mês dedicado à prevenção de maus tratos na infância. A iniciativa teve lugar no Centro Cultural do Entroncamento com o mote “Eu quero! Eu posso! Eu consigo! Eu mereço!” e juntou especialistas ao longo do dia em dois painéis.

- Publicidade -

O primeiro painel, intitulado “O que importa é seres tu mesmo”, foi moderado por César Santos, médico legista e docente universitário. Durante a manhã estiveram em foco o “bullying e cyberbullying”, abordados pelo professor universitário e sociólogo Adelino Antunes, e os “comportamentos autolesivos e suicidários”, pelo professor coordenador da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra José Carlos Santos.

O tema central das apresentações da tarde, moderadas pelo Procurador da República Luís Filipe Constantino, foi a “Violência no namoro / Violência doméstica”. Neste âmbito, o escritor e investigador Francisco Moita Flores falou sobre “O silêncio mata. Não se cale, denuncie…”, o Presidente da Comissão de Proteção às Vítimas de Crimes Carlos Anjos sobre “Vítimas, que proteção?” e o psicólogo e neuropsicólogo clínico e forense Paulo Sargento dos Santos sobre “Amor, medo e poder”.

- Publicidade -

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).