- Publicidade -

Entroncamento | Câmara vai construir jardim entre Rua Francisco Sá Carneiro e Rua Calouste Gulbenkian

A Câmara Municipal do Entroncamento aprovou em reunião do executivo camarário o projeto e a decisão de contratação para a construção de um jardim entre a Rua Dr. Francisco Sá Carneiro e a Rua Calouste Gulbenkian. Um investimento que ultrapassa os 100 mil euros e que pretende criar um espaço de lazer numa “área de excelência” para “melhorar aquela parte da cidade”.

- Publicidade -

O projeto foi aprovado por unanimidade do executivo camarário, bem como a decisão de contratação que neste caso decorre “através de convite prévio a um conjunto de entidades”, conforme elucida o presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria (PS).

Em reunião de Câmara, o autarca explicou que este investimento, no valor de 101.714,00€ (já com IVA incluído) e totalmente financiado pelo orçamento municipal, tem como propósito requalificar uma zona de passagem entre entre a Rua Dr Francisco Sá Carneiro e a Rua Calouste Gulbenkian, numa área em frente ao supermercado Lidl onde está localizada uma “urbanização que terá mais de 30 anos”, disse.

- Publicidade -

Com uma área útil de 3500 m2, o futuro espaço de lazer pretende “melhorar aquela parte da cidade”, refere o edil em declarações ao mediotejo.net, aludindo à estratégia da autarquia de “ir melhorando as áreas públicas, sobretudo no interior da cidade”. Com o projeto de execução aprovado, bem como a decisão de contratar, a próxima fase é o arranque da empreitada, a qual, assim que tiver início, tem um prazo de execução previsto de 180 dias.

Projeto de novo jardim a construir entre a Rua Dr Francisco Sá Carneiro e a Rua Calouste Gulbenkian. Imagem: CME

Em comunicado, a autarquia adianta que o novo jardim conta com “quatro entradas que se conectam a uma rede de percursos pedonais e que permitem percorrer todo o espaço, atravessando amplas áreas de relvado pontuadas com elementos arbóreos”.

Quanto ao nome do futuro jardim, a proposta do projetista do projeto vinha com a designação de “Jardim Público Calouste Gulbenkian” mas o mesmo segue para a Comissão de Toponímia para atribuição de nome. Não obstante, o presidente da autarquia manifestou-se a favor do nome, bem como o vereador do Bloco de Esquerda, Henrique Leal, que considera que é “bem pensado nas proximidades de uma rua que se chama Calouste Gulbenkian, parece-me que faz todo o sentido, simplifica o dia a dia das comunicações, fica simplificado se o jardim tiver o mesmo nome da rua à qual é contíguo”.

Já o vereador Rui Bragança (PSD), admite não ter “nenhum condicionalismo em que se chame assim”, mas sugeriu que fosse equacionado “um nome diferente que dissesse mais a alguém diretamente ligado ao Entroncamento”.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -