- Publicidade -

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Entroncamento | Câmara e Agrupamento de Escolas aderem à Rede de Clubes Ciência Viva

A Câmara Municipal do Entroncamento aprovou por unanimidade a minuta de um protocolo de parceria a celebrar com o Agrupamento de Escolas Cidade do Entroncamento que prevê a adesão à Rede de Clubes Ciência Viva na Escola.

- Publicidade -

A Rede de Clubes Ciência Viva na Escola é um projeto conjunto da Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e da Direção-Geral da Educação e que vê o seu alargamento com a criação de 650 novos clubes em todo o país no âmbito do Programa Impulso Jovens Steam (inscrito no Plano de Recuperação e Resiliência) – que tem como objetivo promover o ensino experimental das ciências e técnicas e da cultura científica nos ensinos básico, secundário e profissional.

Com a integração na Rede Clubes Ciência Viva, os agrupamentos passam a dispor de “espaços de conhecimento disponibilizados pelas escolas, desde o ensino pré-escolar ao secundário e ensino profissional, abertos e dirigidos a toda a comunidade educativa, incluindo famílias e comunidade local, para fomentar o acesso a práticas científicas inovadoras e promover a educação e a cultura científicas”.

- Publicidade -

A Rede de Clubes Ciência Viva na Escola tem por objetivo “apoiar o desenvolvimento e a dinamização de espaços de ciência nas escolas, abertos a toda a comunidade educativa, estimular, através do intercâmbio, a partilha de recursos e conhecimentos entre as entidades que integram a Rede de Clubes Ciência Viva na Escola, a realização de ações de capacitação de professores e a dinamização de encontros, em diferentes formatos, para reflexão/discussão sobre perspetivas, práticas e metodologias para o ensino das ciências”.

No caso do Entroncamento, o objetivo futuro é, admite o presidente do Município, “que logo que nós consigamos desenvolver o Centro Ciência na área da mobilidade, haver uma tentativa de aproximação” com o Clube Centro Ciência Viva na Escola.

- Publicidade -

A este respeito, em sede de reunião camarária, o vereador Rui Gonçalves (PSD) admitiu a mais-valia desta parceria, sublinhando a importância de haver uma continuação após a saída dos jovens da escola. “Estes jovens quando saírem destas parcerias de trabalhar, poderão e deverão ter o seu espírito aberto, até para eventualmente criar novas empresas”, disse.

O vereador social-democrata apontou ainda uma possível reformulação do CENPRE – Centro Empresarial do Entroncamento, para que possa vir a ser “uma extensão desse protocolo para o futuro”.

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome