Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento | Câmara assina protocolo para controlar colónias de gatos

Controlar a população felina no Entroncamento, garantindo melhores condições aos gatos, é o objetivo principal de um protocolo de acordo de colaboração entre o Município e a Associação Abraço de 4 Patas. Este protocolo, aprovado na reunião de Câmara do dia 18, traduz-se na implementação do programa CED (Captura-Esterilização-Devolução) que consiste em capturar os gatos, esterilizá-los e devolvê-los ao local onde costumam andar.

- Publicidade -

Conforme explicou a vice-presidente da autarquia, Ilda Joaquim (PS), depois de ter sido feito um levantamento das colónias de gatos na cidade, em colaboração com aquela associação, é implementado o programa e assim consegue-se controlar a proliferação das colónias. Os animais são esterilizados, vacinados e acompanhados pela associação.

A autarca acrescentou que esta iniciativa “permite beneficiar da campanha que a Direção Geral de Veterinária tem em curso de financiamento de parte dos custos da esterilização, trabalhos que são efetuados em colaboração direta com o canil intermunicipal que funciona como centro de recolha oficial”.

- Publicidade -

Há uma colónia de gatos que se pretende deslocalizar que é a que se encontra junto à Escola Básica do Bonito. Vai passar para junto do depósito de água.

Outra colónia, esta já tratada, situa-se junto à estrada dos Foros da Lameira. Com a colaboração dos proprietários do terreno onde a colónia de gatos se mantém, os animais já foram capturados, esterilizados e devolvidos.

Na reunião de Câmara debateu-se o problema com que os autarcas se deparam na cidade que é algumas pessoas alimentarem os animais nas ruas, o que é ilegal e perigoso para a saúde pública, conforme alertou a vice-presidente.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome