Entroncamento | Câmara aprova voto de pesar pela morte de aluno cabo-verdiano

Câmara do Entroncamento aprovou voto de pesar pela morte de aluno cabo-verdiano. Foto: DR

Mosteiros, localidade cabo-verdiana geminada com o Entroncamento, era a terra de origem de Luís Giovani dos Santos Rodrigues, o estudante do Instituto Politécnico de Bragança que morreu no último dia de 2019, na sequência de uma agressão ocorrida dias antes. Esta circunstância levou o vereador Henrique Leal (Bloco de Esquerda) a apresentar um voto de pesar na reunião do dia 6, que foi aprovado por unanimidade.

“O Luís, de apenas 21 anos, era natural de Mosteiros, em Cabo Verde, e estava desde outubro em Portugal, a estudar no campus de Mirandela do IPG. Era filho de Joaquim Rodrigues, secretário da Assembleia Municipal de Mosteiros, e tinha um futuro promissor à sua frente, interrompido agora de forma brutal e dramática”, lê-se no documento.

Tendo em conta os “laços de fraternidade” que a geminação vem reforçando, a Câmara do Entroncamento aprovou compartilhar “de forma especialmente profunda a dor que atinge a família do Luís Rodrigues, os seus amigos e toda a comunidade de Mosteiros”.

PUB

“Nesta hora dolorosa, a Câmara Municipal do Entroncamento, presta homenagem à memória do jovem falecido e apresenta as suas sentidas condolências à família enlutada, aos seus amigos e à comunidade mosteirense”, conclui o Voto de Pesar, do qual vai ser dado conhecimento à Câmara de Mosteiros.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here