Quarta-feira, Março 3, 2021
- Publicidade -

Entroncamento | Câmara altera loteamento para instalação do Burger King na cidade

O executivo municipal do Entroncamento deliberou em reunião de Câmara uma alteração de loteamento na Rua Francisco Sá Carneiro no sentido de poder avançar com o processo de instalação do Burger King. Este é mais um passo no sentido de concretizar um investimento que o presidente da Câmara Municipal considera ser “uma mais-valia para a cidade” e que vai criar mais de 30 postos de trabalho.

- Publicidade -

A notícia da instalação de um restaurante Burger King na cidade do Entroncamento por parte da empresa Iber King – Restauração S.A., foi avançada em setembro deste ano com a deliberação em reunião de Câmara de um pedido de informação prévia que deu início ao processo.

Com localização na Rua Dr. Francisco Sá Carneiro, na chamada urbanização do Lagar, junto à Rua Calouste Gulbenkian – localização que gerou questões por parte dos eleitos da oposição no que respeita ao ruído e ao acesso ao restaurante tendo em conta a existência de ciclovia e passeio – foi dado mais um passo na concretização desse investimento com a aprovação na reunião de Câmara de 16 de novembro de uma alteração de loteamento de cinco lotes da Rua Dr. Francisco Sá Carneiro.

- Publicidade -

A alteração, que pretende juntar os lotes num único, foi aprovada com o voto de qualidade do presidente de Câmara, tendo recebido os votos favoráveis do PS e os votos contra dos vereadores do PSD e da vereadora do BE.

Do lado do Bloco de Esquerda, Sara Florindo justificou o voto contra referindo que aquilo que está em causa é “a localização, foi isso a base da nossa votação”.

Recorde-se que a vereadora do BE tinha já considerado “desadequado o local” do investimento porque “faz crescer os níveis de ruído e de trânsito para além do desejável e suportável naquela zona predominantemente residencial”.

É para esta zona que está previsto o restaurante Burger King. Foto: DR

Já do lado do PSD, os vereadores entendem que “não há condições para conseguir colocar o espaço de acordo com o parecer que foi aprovado” pelo que “não vamos aprovar esta proposta, mesmo havendo necessidade de ela ir ainda a discussão pública”.

O vereador José Baptista referiu que “havia uma série de questões que tinham que ser trabalhadas com o promotor que têm a ver com o ruído, com odores, com a circulação” que “interferem gravosamente na qualidade de vida” dos moradores, e que não foram trabalhadas desde a aprovação do pedido de informação prévia.

José Baptista (PSD) sublinhou ainda que as questões de circulação “não estão acauteladas porque a circulação do espaço vai diretamente para cima de uma ciclovia e nós entendemos que isto não é válido”. Quanto ao ruído, diz que “não há nenhuma garantia que aquelas pessoas [habitantes] durante a noite não vão andar a ouvir gente no drive in aos gritos”.

Reunião do Executivo municipal do Entroncamento, por videoconferência. 16 de novembro. Imagem: CME

Em resposta, o presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria (PS), deu conta de que as questões levantadas pelos vereadores “estão acauteladas”.

“Nós não queremos que as pessoas que ali vivem venham a ser confrontadas com ruídos excessivos. Estas entidades também têm essa preocupação”, acrescentou o autarca.

Jorge Faria defende que a instalação do Burger King no Entroncamento é “uma mais-valia para a cidade”, um equipamento que irá criar cerca de 35 postos de trabalho.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou à capital com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).