Entroncamento | Câmara adia assunção de competências de Ação Social, Educação e Saúde

A Câmara Municipal do Entroncamento decidiu adiar a aceitação das transferências de competências para o ano de 2022 nas áreas da Ação Social, Educação e Saúde.

A deliberação do executivo municipal foi unânime no que respeita às três áreas em causa. “Estamos a adiar o assumir das competências nestas três áreas para 2022”, disse o presidente da Câmara Municipal de Entroncamento, Jorge Faria (PS), na reunião camarária realizada no dia 22 de outubro por videoconferência.

Já o vereador José Baptista (PSD) referiu que apesar de o seu partido ser “perfeitamente a favor da transferência de competências para os Municípios”, a mesma dever ser “dotada dos recursos financeiros necessários, e da necessária validação quer dos equipamentos quer de todo o contexto. Entendemos neste processo que essa situação não estava verificada”, disse.

PUB

O PSD justificou a decisão de não aceitar já para 2021 as competências nas áreas da Ação Social, Educação e Saúde com o facto de “não estarmos em condições neste momento de aceitar estas competências”, expondo ainda a falta de esclarecimentos por parte da administração central relativamente à área da Ação Social, o que impossibilita “tomar uma decisão ponderada”.

“Vamos obviamente votar a favor da proposta de não-aceitação enquanto o Município não for devidamente informado, enquanto não tivermos conhecimento daqueles que são as verdadeiras responsabilidades neste processo”, concluiu.

Reunião de Câmara Entroncamento, por videoconferência. DR

Aprovada por unanimidade a não-aceitação das transferências de competências do Estado para a autarquia nas áreas da Ação Social, Educação e Saúde, as três propostas seguem agora para deliberação da Assembleia Municipal de Entroncamento.

PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).