Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento | CADE recebeu finais do Open de Santarém e Taça do Ribatejo de Pool Português

Nelson Grais, do Mammamia Pool Academy, de Riachos, conquistou a Taça do Ribatejo em Pool Português, e Tiago Sousa, do Nazarenos, venceu a 5ª Prova do Circuito de Santarém (Open). Os jogos das finais disputaram-se na sede do CADE – Clube Amador de Desportos do Entroncamento.

- Publicidade -

Decorreram durante a manhã de sábado, 03 de julho, em Alcanena, Riachos e Lapas os encontros preliminares de Pool Português destinados a apurar os jogadores que iriam disputar, a partir da tarde na sede do Clube Amador de Desportos do Entroncamento (CADE), as finais da 5ª Prova do Circuito de Santarém (Open).

Paralelamente, estava marcada para o mesmo local a Final da Taça do Ribatejo e cujo vencedor ganha também o direito de participar na Taça de Portugal.

- Publicidade -

Entroncamento recebeu a “nata” do Pool no distrito.

Nas magníficas instalações do clube entroncamentense, com três mesas de boa qualidade, reuniu-se a “nata” desta variante do Pool, denominada de Português por ser a mais jogada em Portugal.

É jogado numa mesa com 2,20mX1,10m de medidas interiores com um conjunto de 16 bolas, sendo uma branca e um grupo de 1 a 7 (lisas) e de 9 a 15 (listadas). Existe ainda uma bola preta (8) que é neutra e cujo embolsamento, após todas as outras dum grupo, constitui o objetivo do jogo.

Pool Português é a variante mais popular no País.

Com a presença dos melhores especialistas da modalidade no distrito, alguns com experiência internacional, as provas dos oitavos de final, quartos de final e meias finais foram deixando pelo caminho jogadores com muita qualidade, apurando-se para a final os mais competentes, com uma pitada de sorte à mistura.

Se Tiago Sousa (Os Nazarenos) afastou Frederico Pereira (Mammamia Pool Academy, de Riachos) com uns concludentes 5 a 1, já a outra meia final, que opôs Nelson Grais (Mammamia Pool Academy) a Pedro Bastos (Os Nazarenos) foi bem renhida e só na “negra” Pedro Bastos levou a melhor e se qualificou para a Final.

Pedro Bastos teve de se aplicar frente a Nélson Grais para estar na Final.

Com os dois experientes jogadores do Grupo Desportivo “Os Nazarenos” a enfrentarem-se na Final, as expectativas eram elevadas. Com um grande conhecimento mútuo, o apuro de forma e o desenrolar do jogo iria ditar o grau de dificuldade do vencedor.

Tiago Sousa rapidamente se adiantou chegando aos 3-0. A reação de Pedro Bastos foi insuficiente e o 5 a 1 final espelha bem a superioridade de Tiago Sousa no jogo decisivo.

Tiago Sousa (à esq.) foi o vencedor do Open.

Simultaneamente, outra Final despertava a curiosidade. Jogava-se a Final da Taça do Ribatejo, colocando frente-a-frente o nº1 do “ranking” distrital, Nelson Grais (Mammamia Pool Academy) e Gonçalo Matreno (CADE).

O jogador do Entroncamento, esperançado num bom jogo, viu a vitória escapar-lhe sem apelo nem agravo. Apesar da qualidade apresentada pelo jogador da casa a superioridade do jogo de Nelson Grais não deu veleidades a Gonçalo Matreno.

A Taça do Ribatejo viajou para Riachos.

Nélson Grais venceu a Taça do Ribatejo.

Numa organização do CADE, sob a égide da Federação Portuguesa de Bilhar, estas Finais decorreram de forma salutar, com elevado respeito entre jogadores com a equipa da casa a apresentar uma logística de grande qualidade em todo o apoio necessário.

O Pool é um desporto muito jogado em Portugal, com bastantes atletas federados, mas pouco divulgado. Acautelando o futuro da modalidade o Clube do Entroncamento iniciou um projeto de formação para os mais jovens. Um exemplo a seguir com atenção…

Gonçalo Matreno (CADE) deu a réplica possível.

FOTOGALERIA:

*Com David Belém Pereira (multimédia).

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome