Entroncamento | Autarquia vai dar prioridade à saúde pública na época de Natal

O Município de Entroncamento vai “dar prioridade” às questões de saúde pública mesmo na época de Natal. A afirmação do presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria (PS), surgiu em resposta ao vereador social-democrata José Baptista que na última reunião do executivo municipal questionou a autarquia sobre uma agenda de atividades que salvaguarde os comerciantes locais.

O alerta foi deixado pelo vereador José Baptista (PSD) na reunião de Câmara Municipal: “Esta é a única época que pode salvar ligeiramente o ano dos comerciantes do concelho”. O vereador social-democrata interveio no período antes da ordem do dia para sublinhar a necessidade do Município em programar uma agenda cultural para a época natalícia que envolva e promova o comércio tradicional da cidade.

“A época de Natal está aí à porta. Este foi um ano muito severo para os nossos comerciantes e para as nossas populações. Nós não podemos propor que se realizem eventos de massa para as pessoas por causa das questões de contágio, mas temos obrigação de programar e propor de forma criativa a criação de uma agenda cultural em colaboração com os comerciantes e as instituições da cidade que promova a cidade e acima de tudo que promova o comércio tradicional da cidade”, disse o vereador.

PUB

José Baptista referiu a importância de preparar esta época com os comerciantes e instituições para que se possa “melhorar relativamente a situação do comércio na cidade”.

Em resposta, o presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria, referiu que este ano existe “um problema grande”, referindo-se aos constrangimentos causados pela pandemia de Covid-19, e sublinhou que a prioridade é a saúde pública.

“Nós, Câmara, temos tido a preocupação de dar prioridade às questões de saúde pública. O Natal não será diferente. Aliás, gostaríamos que fosse diferente, era sinal de que as coisas teriam evoluído de forma mais positiva para todos nós, mas as nossas decisões serão sempre pautadas por dar prioridade à saúde pública, tendo em conta as orientações da saúde pública”, reiterou o autarca.

“Não quer dizer com isto que não iremos apoiar, que não iremos ter iniciativas, mas serão neste contexto”, concluiu.

PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).