Entroncamento | Associação ZERO promoveu ação pelo clima na estação ferroviária

Ação pública da ZERO pelo clima. Foto: mediotejo.net

A ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável assinalou a entrada em vigor do Acordo de Paris nesta sexta-feira, dia 4, com uma ação pública em 12 pontos do país onde existem projetos para travar o aquecimento global, entre eles o Entroncamento. José Manuel Lourenço foi o representante da associação a marcar presença na estação ferroviária e falou com o mediotejo.net sobre os resultados do projeto desenvolvido pela REFER na área do transporte de mercadorias.

PUB

A chuva que caiu na manhã desta sexta-feira dissuadiu os participantes, mas não José Manuel Lourenço, representante da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável de estar na estação ferroviária do Entroncamento por volta das 9h00 com o cartaz “Acordo de Paris AQUI!”. A ação de sensibilização pelo clima na cidade integrou uma iniciativa que abrangeu 12 pontos do país em que cartazes iguais foram exibidos à mesma hora com o objetivo de assinalar a entrada em vigor do Acordo de Paris neste dia.

A escolha dos locais foi feita com base nas boas práticas desenvolvidas para travar o aquecimento global. O Entroncamento foi escolhido pelo projeto ligado ao transporte ferroviário de mercadorias desenvolvido pela REFER – Rede Ferroviária Nacional, E.P.E., que incorporou por fusão a EP – Estradas de Portugal, S.A. e foi transformada na sociedade anónima denominada Infraestruturas de Portugal, S.A. a 1 de junho de 2015.

PUB
Os cartazes foram exibidos em simultâneo em 12 pontos do país. Foto: mediotejo.net
Os cartazes foram exibidos em simultâneo em 12 pontos do país. Foto: mediotejo.net

O projeto integra uma lista na qual constam os relacionados com reciclagem em Faro, energia eólica em Sines, compostagem de resíduos na Costa da Caparica, floresta em Coimbra, transportes coletivos no Porto, interface de transportes públicos em Almada/Pragal energia solar em Caniçal/Madeira e alimentação vegetariana, recuperação de edifícios, ciclovia e veículos elétricos em diversos locais de Lisboa.

José Manuel Lourenço falou com o mediotejo.net sobre a importância do Acordo de Paris, que representa “mais uma tentativa dos estados mundiais, nomeadamente os mais poluidores, de fazerem uma redução das emissões de gases com efeito de estufa”. A tentativa, explica, traduz-se “numa redução da temperatura em 1,5 graus nos próximos 30 anos” e em Portugal “este objetivo está quase conseguido, chegaremos aos valores previstos muito antes da data”.

PUB
A associação ZERO esteve representada por José Manuel Lourenço. Foto: mediotejo.net
A associação ZERO esteve representada por José Manuel Lourenço. Foto: mediotejo.net

O Entroncamento e as restantes 11 cidades escolhidas são locais onde estão a ser desenvolvidos esforços para que tal aconteça e no resto do país, segundo o representante da ZERO, “não existem muitos mais”. No caso da cidade ferroviária destaca que os resultados do projeto da REFER ligado ao transporte de mercadorias são “significativos” com a redução “verdadeiramente surpreendente” em 30% das emissões de gases com efeito de estufa. Exemplo que, defende, se for seguido “estamos no caminho certo”.

A ZERO tem previstas outras ações, encontrando-se entre elas a presença de Francisco Ferreira, presidente associação e ex-presidente da Quercus, na 22ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (COP 22), que decorre entre 7 e 18 de novembro. A associação participa, enquanto membro, nas negociações no quadro da Rede Europeia de Ação Climática (CAN-Europe) e apresentará o projeto “Casa Comum da Humanidade” na conferência de dia 17 em que estará presente o Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here