Entroncamento: Aprovado orçamento municipal de 18 milhões de euros para 2017

Entroncamento. Foto: mediotejo.net

O executivo municipal aprovou esta segunda-feira, dia 31, o orçamento para 2017 na ordem dos 18 milhões de euros. Entre os investimentos previstos no Plano de Desenvolvimento Urbano (PEDU) encontram-se obras de requalificação em diversos equipamentos e espaços municipais da cidade, a recuperação da Estrada da Barroca e espaços verdes, medidas de eficiência energética, a conclusão da ciclovia e o programa “Estudar na Cidade”.

PUB

O orçamento municipal para 2017 e as Grandes Opções do Plano foram aprovados esta segunda-feira numa reunião extraordinária do executivo municipal. O investimento previsto no próximo ano, situado nos 18.291.355,00€ obteve os votos favoráveis do PS e da CDU, a abstenção do BE e o voto contra do PSD.

Os investimentos constantes do documento levado a votação integram o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), cuja execução será feita em diversas fases, e englobam obras de requalificação em diversos equipamentos e espaços municipais, nomeadamente o Cineteatro S. João, pavilhão gimnodesportivo da Escola EB 2/3 Dr. Ruy D’Andrade, Mercado Diário, bairro municipal da Rua General Humberto Delgado e alguns espaços verdes. Igualmente previstos estão a recuperação da Estrada da Barroca, a conclusão da ciclovia (freguesia de S. João Baptista), medidas de eficiência energética e o programa “Estudar na Cidade”.

PUB

O município refere em comunicado que este programa de apoio à qualificação de crianças e jovens do concelho no valor de 50.110,00€ engloba 15.000,00€ para livros e material escolar, 2.500,00€ para salas do pré-escolar e 32.610,00€ em apoio escolar para alunos do 2º e 3º ciclos do Ensino Básico através de um vale de desconto de 30,00€ que os alunos poderão descontar nos estabelecimentos aderentes.

O mesmo documento salienta a realização de reuniões com todos os partidos representados na Assembleia Municipal e que esta medida em concreto “resulta da reunião de discussão do orçamento com o CDS-PP onde foram apresentadas algumas propostas por esta força política”.

PUB

São igualmente destacadas algumas reduções de valores entre o início do mandato e 2016, como as verificadas no prazo médio de pagamentos, de 122 para 71 dias, nos pagamentos em atraso, de 362.000,00€ para 0,00€, e na dívida do município, de 15.700.000,00€ para 10.800.000,00€.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here