- Publicidade -

Terça-feira, Janeiro 18, 2022
- Publicidade -

Entroncamento | André Sardet & João Só atuam este sábado nos 29 anos da Cidade

Para comemorar os 29 anos da elevação do Entroncamento a Cidade, a Câmara Municipal promove este sábado, dia 20 de junho, o concerto “Sardet não está Só” com André Sardet & João Só, no Cineteatro São João. Para este espetáculo a sala terá uma lotação de 50% da sua capacidade e, de acordo com as orientações da DGS, o uso de máscara é obrigatório, assim como a higienização das mãos e as regras de distanciamento social.

- Publicidade -

Informa a autarquia que a ocupação dos lugares sentados será efetuada com dois lugares livres entre espetadores, sendo a fila anterior e seguinte com ocupação de lugares desencontrados.

A venda de bilhetes (10 euros) iniciou-se na quinta-feira, dia 18 de junho, na BOL (https://www.bol.pt/), no serviço de Águas da Câmara Municipal do Entroncamento e na bilheteira do Cineteatro S. João no dia do espetáculo, uma hora antes (caso não esgotem anteriormente).

- Publicidade -

O concerto será transmitido em direto no facebook e Youtube do Município.

Os músicos André Sardet e João Só, são amigos de longa data, têm ao longo dos últimos 10 anos partilhado palcos, estúdios, momentos de composição que em cada dia reforçam a sua amizade.

- Publicidade -

Foram anos, em que cada um se tem focado na sua própria carreira, no entanto a proximidade entre ambos tem feito com que Sardet e Só, apesar de serem de diferentes gerações, tenham desenvolvido muitas afinidades musicais e pessoais.

Ambos pedem opinião um ao outro cada vez que se aproxima o dia de tomar uma decisão importante nas suas vidas e este espetáculo é no fundo o lado visível de uma “coligação” musical onde, no palco, se dão a conhecer todos os projetos em que ambos participaram e onde são apresentados os temas mais reconhecidos de ambos os músicos assim como versões e ainda algumas pérolas.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome