Entroncamento | Alunos já podem regressar às escolas e há “evolução positiva” no surto do Lar dos Ferroviários

Jorge Faria, presidente da CM Entroncamento. Foto arquivo: mediotejo.net

O número de utentes do Lar dos Ferroviários, no Entroncamento, infetados com o coronavírus SARS-CoV-2, baixou de 45 para 39, tendo um dos cinco utentes internados tido alta hospitalar, disse hoje o presidente da Câmara. Após a realização de novos testes, na quinta-feira, “registou-se uma evolução positiva”, disse Jorge Faria (PS), acrescentando que os resultados indicam que, de um total de 70 utentes testados, 31 estão negativos (17 recuperados e 14 negativos), e que 39 mantêm-se positivos (35 em isolamento no lar e quatro internados no CHMT – Centro Hospitalar do Médio Tejo).

PUB

Por outro lado, notou, das quatro situações verificadas em escolas, apenas uma funcionária da autarquia que trabalha num estabelecimento de ensino permanece em isolamento, sendo que o último grupo de alunos que estava em isolamento profilático já tem luz verde para regressar às aulas na segunda-feira, destacou Jorge Faria.

Um mês depois do início do surto, o número de óbitos de utentes do Lar dos Ferroviários é de sete, todos com idades “entre os 84 e 100 anos”, disse o presidente da Câmara do Entroncamento

PUB

Quanto aos 80 funcionários da instituição, Jorge Faria revelou que houve cinco casos que negativaram, estando hoje 10 positivos (09 em isolamento e um internado no CHMT), havendo um profissional que continua a aguardar resultado.

O número de funcionários negativos é hoje de 69 (26 recuperados e 43 negativos).

PUB

O valor hoje atualizado de casos de covid-19 na instituição decorre da realização de novos testes a utentes e funcionários, num total de 112.

Lamentando todas as mortes ocorridas, o autarca salientou que uma delas não foi formalmente contabilizada como sendo devido à covid-19 e todas ocorreram com pessoas de idade muito avançada e com situações de saúde “já muito frágeis”, devido a outras doenças, estando todas hospitalizadas.

Os utentes infetados que se encontram no lar permanecem assintomáticos, adiantou.

Jorge Faria referiu que há, neste momento, 10 funcionárias infetadas – a que foi internada continua no hospital apenas por não possuir as condições para cumprir o isolamento em casa.

Com o regresso das funcionárias entretanto recuperadas, mais as que reforçaram a equipa (quatro disponibilizadas pelo município, duas contratadas através do Instituto do Emprego e uma a duas que têm sido enviadas pela Segurança Social através da Cruz Vermelha), o funcionamento tem sido mantido “com normalidade”, salientou.

Os primeiros casos no Lar dos Ferroviários do Entroncamento foram conhecidos no dia 10 de setembro.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here