- Publicidade -

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Entroncamento | Alunos da Escola Es-Passo de Dança premiados pela American Academy of Ballet

A Escola Es-Passo de Dança estreou-se nos Performance Awards, da American Academy of Ballet, a ganhar. O evento realizou-se nos dias 11 e 12 de janeiro no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, e os alunos do Entroncamento foram distinguidos com medalhas e bolsas de estudo para o Summer School of Excellence, em Nova Iorque. Um reconhecimento internacional que a professora Susana Valério encara com “grande orgulho”.

- Publicidade -

Os alunos da Escola Es-Passo de Dança conquistaram o reconhecimento da professora jurada norte-americana Gina Chiavelli este sábado, durante os Performance Awards, da American Academy of Ballet (AAB) – Portugal. O evento promovido pelo Conservatório de Música de Santarém teve lugar no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, nos dias 11 e 12 e integra o programa de dança criado pela bailarina Mignon Furmann, fundadora da AAB.

O mérito dos alunos de ballet das escolas associadas da AAB é distinguido com a atribuição de Prémios de Desempenho através de medalhas de ouro (simples ou com distinção), prata (simples, com distinção ou dupla distinção) e bronze (simples, com distinção ou dupla distinção). No caso da Escola Es-Passo de Dança foram conquistadas 40 medalhas (16 de prata com distinção, 10 de prata com dupla distinção, 13 de ouro e uma de ouro com distinção).

- Publicidade -

Além destas, 10 alunos receberam bolsas de estudo para o Summer School of Excellence 2019, que decorre em Nova Iorque entre os meses de junho e agosto, na Adelphi University (Garden City) e no Sarah Lawrence College (Bronxville). Um feito que apenas alguns bailarinos conseguem pois para participar no curso de verão da AAB é necessário conquistar medalhas de grau ouro ou passar nas audições.

Uma das aulas de ballet na Escola Es-Passo de Dança. Foto: Escola Es-Passo de Dança

A participação no Summer School of Excellence 2019 inclui frequentar aulas e assistir a espetáculos com artistas de renome e representa uma estreia na formação internacional dos alunos da escola de dança fundada no Entroncamento em 2000. As bolsas de estudo asseguram 20% das despesas, estando incluídos a alimentação, o alojamento e as aulas. De fora ficam encargos como as viagens, que terão de ser assegurados pelas famílias ou por outros meios.

- Publicidade -

As distinções, na sua globalidade, encheram Susana Valério de “grande orgulho”. Contactada pelo mediotejo.net, a professora de dança clássica e contemporânea, partilhou a vontade que tinha de ensinar este programa aos seus alunos para além dos cursos que vão tendo oportunidade de realizar em Portugal e na própria escola. Nas suas palavras “a minha obrigação, enquanto professora, é dar-lhes [aos alunos] o máximo que conseguir”.

O reconhecimento obtido no sábado pelo trabalho desenvolvido neste âmbito reforça o desejo contínuo de “fazer sempre mais”. A preparação incluiu ensaios semanais desde o passado mês de outubro, tendo por base o material audiovisual enviado pela AAB. Ao todo, participaram 39 bailarinas e um bailarino com idades entre os 6 e os 16 anos, juntamente com uma aluna de 25.

Os alunos têm subido aos palcos dentro e fora do concelho do Entroncamento. Foto: Escola Es-Passo de Dança

Os 41 alunos participaram nos primeiros dez níveis dos 12 que formam o programa, integrados em seis categorias (Pré-Nível 1, Pré-Júnior, Júnior, Pré-Sénior, Sénior e Graduado). Apesar de 14 terem recebido medalhas de grau ouro, apenas 10 vão viajar até Nova Iorque pois 4 não têm as idades exigidas. Por seu lado, o orgulho de Susana Valério, não tem limites quando esta refere que “todos deram tudo o que tinham no palco”.

A professora nascida em Torres Novas e formada em Dança, no ramo de Educação, pela Escola Superior de Dança de Lisboa acrescenta que este sentimento se estende às atuações que fazem dentro e fora do concelho. Os ensaios não pararam durante a preparação para os Performance Awards a próxima performance tem vindo a ganhar forma nos últimos tempos.

A estreia do espetáculo “Hemisfério”, no Centro Cultural do Entroncamento, está marcada para o próximo dia 9 de fevereiro e, certamente, outras virão. Não falamos apenas de propostas de dança clássica pois os cerca de 80 alunos que, neste momento, frequentam a Escola Es-Passo de Dança na Rua Fernando Pessoa têm aulas de ballet (crianças e adultos), dança contemporânea e hip hop.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome