Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Emprego | INE recruta entrevistadores para Recenseamento Agrícola

O Instituto Nacional de Estatística, I.P. (INE), vai realizar o Recenseamento Agrícola 2019 (RA 2019). A recolha de dados é dirigida a todas as explorações agrícolas e será efetuada por entrevista presencial, em todo o território nacional, no período compreendido entre outubro de 2019 e maio de 2020.

- Publicidade -

A dimensão desta operação estatística implica o recrutamento de 1.300 Entrevistadore(a)s, em regime de Contrato de Prestação de Serviços, que serão responsáveis pela realização das entrevistas, registo e validação de dados.

As candidaturas serão obrigatoriamente formalizadas através do preenchimento do formulário eletrónico, terminando o prazo a 28 de junho.

- Publicidade -

As candidaturas recebidas serão pré-selecionadas, sendo convocados/as para provas de seleção os/as candidatos/as que melhor se enquadrem nos requisitos definidos, de acordo com a calendarização da seleção prevista para as respetivas zonas de residência, até julho de 2019.

  • 12º Ano (preferencial);
  • Conhecimentos de agricultura e da realidade agrícola local;
  • Conhecimentos informáticos na ótica do utilizador e de utilização de TIC;
  • Capacidade para estabelecer contactos interpessoais, ser cordial, agradável, responsável, metódica/o e rigorosa/o;
  • Residir na zona para onde se candidata (preferencial);
  • Disponibilidade aos fins-de-semana e durante a semana a tempo parcial;
  • Disponibilidade de transporte próprio;
  • Smartphone com capacidade de capturar coordenadas geográficas e equipamento informático próprio com ligação à internet.

Recomenda-se a consulta do anúncio publicado no site do INE. Para esclarecimentos adicionais, utilizar o endereço ine-recrutamento@ine.pt.

*Anúncio publicado originalmente a 17 de janeiro de 2019

Comecei numa das primeiras rádios locais do País, nos idos anos ‘80, passei pelas (então) novas áreas da informática, a par dos estudos da faculdade, e dediquei duas décadas à banca de investimento, até a Troika decidir mudar-me a vida. Troquei a capital por Abrantes e os números pelas letras. Não gosto do acordo ortográfico, continuarei a usar os "P" e dos "C", mesmo que não se leiam. A par da gestão e produção de vários projetos do grupo editorial do mediotejo.net fui desenvolvendo uma receita de compota de pimento que foi premiada em 2017 pela Inov’Linea e dois anos depois abri um espaço de restauração no centro histórico de Abrantes onde sirvo diariamente refeições com dois ingredientes especiais: amor e carinho.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome