- Publicidade -

Quinta-feira, Janeiro 27, 2022
- Publicidade -

Em Torres Novas, os santeiros da Trofa recordaram homem que lhes impulsionou a arte e o negócio (c/vídeo)

Gilberto Fernandes dos Santos, torrejano que ofereceu a imagem original de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, fez a encomenda à Casa Fânzeres, em Braga, mas a escultura foi efetuada no concelho da Trofa, distrito do Porto, por José Ferreira Thedim. A encomenda deu prosperidade ao seu executor e fez disseminar uma tradição local de santeiros. Os Santeiros de São Mamede de Coronado estavam este domingo, 30 de agosto, à frente na corrida às 7 Maravilhas da Cultura Popular. Em Torres Novas recordaram o torrejano que lhes impulsionou a arte e o negócio.

- Publicidade -

“É uma coincidência enorme estarmos em primeiro lugar em Torres Novas e a imagem original de Nossa Senhora de Fátima ter sido encomenda por um torrejano”, constatou ao mediotejo.net o sobrinho-neto de José Ferreira Thedim, José Manuel Thedim, que apadrinhou a candidatura da Trofa às 7 Maravilhas da Cultura Popular.

“Estou aqui como padrinho porque há uma relação afetiva muito grande a esta imagem de santeiro e a minha família”, explicou, “cresci no meio das imagens, convivi com os santeiros do meu tio-avô e depois do meu pai”.

Sobrinho-neto de João Ferreira Thedim (último à esquerda) apadrinho tradição de santeiros que foi promovida pela sua família Foto: CM Torres Novas
- Publicidade -

Académico na área da história da arte, José Manuel Thedim tem-se dedicado a estudar o imaginário religioso associado às imagens dos santos no contexto católico. “Tentei compreender as origens deste imaginário”, referiu.

Numa entrevista muito rápida ao nosso jornal, dadas as exigências de abandonar o set de gravações logo após a apresentação da candidatura, o historiador recordou que ainda chegou a conhecer o tio-avô, um homem que lembra como uma “figura incrível” e com uma “personalidade forte”.

- Publicidade -

Em Torres Novas, a Câmara Municipal da Trofa tentou promover esta tradição dos santeiros, muito vinculada ao culto nacional a Nossa Senhora de Fátima.

O presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto, salientou ao mediotejo.net a “curiosidade” da passagem por Torres Novas justamente no ano do centenário da imagem original de Nossa Senhora de Fátima.

Foi em São Mamede de Coronado que a família Thedim começou a impulsionar esta arte específica de escultura, executada a partir de madeira de cedro do Brasil, através de João Ferreira e dos seus irmãos, criando assim todo um estilo e respetivo negócio, que permanece até hoje. A imagem de Fátima, da qual Thedim produziria ainda mais duas, incluindo a Virgem Peregrina, marcou a prosperidade dos santeiros.

“Já há muito tempo que o santeiros merecem” esta divulgação, defendeu o autarca, cujo executivo tem impulsionado a promoção deste “trabalho singular” que se encontra “disperso pelo mundo”.

“Nunca houve uma aposta verdadeira” nos santeiros, admitiu, e na dimensão que este tipo de artesanato ligado ao concelho da Trofa pode atingir. “Os santeiros merecem ter um lugar na história”, defendeu.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome