Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“Em defesa da saúde na região”, por Hugo Costa

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) é um imperativo ético e de justiça da nossa democracia, nomeadamente do Partido Socialista, contra a oposição da direita parlamentar. Através do trabalho de António Arnaut foi possível a publicação da Lei n.º 56/79, de 15 de setembro, onde foi criada uma rede de instituições e serviços prestadores de cuidados globais de saúde a toda a população, independentemente do estrato social.

- Publicidade -

Este modelo contrasta com o que vigora em muitos países. Os modelos vigentes noutras sociedades baseiam-se em seguros de saúde, o sistema público de saúde é somente para pobres e está longe dos índices de qualidade do nosso SNS. Nos últimos anos a qualidade do nosso serviço foi sendo perdida, saltando para as páginas dos jornais o que os cortes “cegos” acarretam. Com o atual Governo, através do Ministro Adalberto Campos Fernandes e da sua equipa, é possível fazer diferente.

No que diz respeito à nossa região, a situação do Serviço Nacional de Saúde é preocupante, sendo o Ministro da Saúde um profundo conhecedor da situação. Ainda em período de pré-campanha eleitoral esteve presente em dois concelhos do distrito, para discutir a situação da saúde da região. Em Ourém a discussão esteve mais centrada no Médio Tejo, enquanto em Benavente centrou-se mais na Lezíria do Tejo, e nas particularidades desse concelho que está integrado no ACES Estuário do Tejo.

- Publicidade -

Posteriormente, e já depois de ter tomado posse, tem recebido os autarcas e deputados da região por forma a encontrar as soluções e as respostas para as necessidades sentidas no terreno.

A nível do Médio Tejo a situação da saúde é gritante, com fraca qualidade de serviço e com o Serviço Nacional de Saúde sem conseguir responder às necessidades dos cidadãos.

É uma necessidade absoluta a de mais meios humanos , assim como garantir qualidade nas valências de medicina interna e urgência nos três polos.

A saúde é historicamente um tema complicado na região do Médio Tejo, tendo sido possível consenso e unidade na recusa da centralização em Santarém. Certamente, também é possível essa unidade de ação na busca de melhores cuidados de saúde, impedindo que muitos cidadãos procurem outras soluções fora do Médio Tejo, e os que frequentam os serviços da região sejam mal servidos.

Foi nesse contexto que os deputados do Grupo Parlamentar do Partido Socialista eleitos pelo círculo eleitoral de Santarém entregaram o Projeto de Resolução 153/XIII, onde procuramos responder às necessidades de cuidados de saúde que a população necessita na região. Isto é política de proximidade.

Deputado na Assembleia da República e membro das Comissões de Economia, Inovação e Obras Públicas e Habitação, é também membro da Comissão de Orçamento e Finanças. Diz adorar o Ribatejo e o nosso país. Defende uma política de proximidade junto dos cidadãos. Tem 36 anos, é de Tomar e licenciou-se em Economia pelo ISEG. É membro da Assembleia Municipal de Tomar e da Assembleia da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo. Tem como temas de interesse a economia, a energia, os transportes, o ambiente e os fundos comunitários.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome