Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Eleições | Parlamento lança vídeo para explicar como se transformam votos em mandatos

A Assembleia da República divulgou hoje, no site www.parlamento.pt, um vídeo explicativo de como são transformados os votos em 230 mandatos, recordando o método matemático que visa assegurar que deputados eleitos representam proporcionalmente a população.

- Publicidade -

O método d’Hondt é utilizado a partir dos resultados obtidos em cada círculo eleitoral, que no caso das eleições legislativas são 22 (correspondentes aos 18 distritos do continente, as duas regiões autónomas – Açores e Madeira – e círculos de emigração – Europa e Fora da Europa).

A partir do número de votos obtidos e dos mandatos a atribuir em cada círculo eleitoral, é desenhada uma tabela que se baseia, primeiro, no total dos votos obtidos por cada partido, seguindo-se posteriormente uma divisão por dois, três, quatro, e assim sucessivamente, sempre a partir do total total.

- Publicidade -

Assim, na primeira linha da tabela do método d’Hondt estará o resultado dos votos por cada partido. Na segunda linha, o total de votos de cada partido a dividir por dois, na terceira o total de cada dividido por três, e assim sucessivamente.

O processo de divisão sucessiva é parado quando todos os mandatos estiverem atribuídos.

Se em dado círculo eleitoral, por exemplo, houver cinco mandatos para atribuir, os cinco maiores números presentes na tabela total, e obtidos através deste cálculo, corresponderão, cada um, a um mandato atribuído.

A dimensão dos mandatos a atribuir em cada círculo eleitoral corresponde à dimensão populacional de cada um, o que explica a diferença do maior número de mandatos a atribuir em círculos com maiores áreas urbanas (por exemplo Lisboa, Porto, Braga ou Setúbal), e menor noutros, onde a população é menor (como Bragança ou Portalegre).

O distrito que mais deputados elege para a Assembleia da República é o de Lisboa (48 deputados), seguindo-se Porto (40), Braga (19), Setúbal (18) e Aveiro (16).

A seguir, Leiria elege dez deputados, Coimbra, Faro e Santarém nove cada, Viseu oito, Madeira e Viana do Castelo seis cada, Açores e Vila Real cinco e Castelo Branco quatro.

Na cauda dos mandatos a atribuir para a Assembleia da República estão Beja, Bragança, Évora e Guarda (três deputados cada), e Portalegre (dois), o mesmo número que os círculos da Europa e Fora da Europa.

O método d’Hondt foi inventado pelo jurista belga Victor d’Hondt, e é aplicado em várias eleições por todo o mundo.

A propósito das eleições legislativas de domingo, a Assembleia da República disponibilizou vários vídeos informativos no portal na Internet e nas redes sociais, numa iniciativa que visa aproximar o parlamento dos cidadãos, segundo um comunicado divulgado.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome