Economia | MODO Arquitectos Associados, a empresa da semana no BNI Estratégia

Foto: Modo Associados

No âmbito da parceria estabelecida com o BNI Estratégia, esta semana o mediotejo.net foi falar com Ana Barral, sócia gerente da MODO Arquitectos Associados, Lda.

PUB

Há quantos anos foi lançado o negócio e como surgiu a ideia de criá-lo?

A empresa MODO Arquitetos Associados foi fundada em 2009 pelos Arquitetos Pedro Costa e Ana Barral. Abrimos a porta na Rua de Angola, em Abrantes, mas presentemente ocupamos umas magnificas instalações no centro histórico do Sardoal na antiga “Casa de Chá”, um espaço reabitado pelo próprio atelier.

PUB

A MODO surgiu de forma natural quando ao fim de algum tempo de colaboração em trabalhos de arquitetura, pensámos em criar um espaço dedicado à elaboração destes projetos, onde pudéssemos explorar, de forma mais próxima as melhores soluções a propor aos clientes, apresentando ideias novas.

Quais as principais dificuldades sentidas e que dúvidas ou receios tiveram de ser vencidos?

PUB

Sempre acreditámos que tínhamos todos os ingredientes para ter sucesso e para vencer. Cada um de nós já tinha uma rede de clientes construída, vários anos de experiência tanto no setor publico como no setor privado e existiam trabalhos executados. Por isso, juntar esforços para dar resposta aos trabalhos que iam surgindo fez todo o sentido.

Em 2009 Portugal estava em crise e muitas vezes nos perguntavam se queríamos mesmo iniciar uma empresa, abrir um atelier em plena crise económica. A resposta era sempre a mesma. Com convicção, acreditávamos que era possível e se resultasse em tempo de crise certamente iria resultar quando a crise passasse.

Que serviços oferece a empresa e como se distingue no mercado? 

O atelier oferece serviços de arquitetura, engenharia, interiores, urbanismo, reabilitação, gestão de projeto e obras, bem como uma vertente de serviços de consultoria que vão desde o planeamento urbano ao apoio ao investimento.

A MODO procura dar o melhor acompanhamento possível aos seus clientes, e encontrar sempre a melhor solução para todos os projetos. Precisamos ser multidisciplinares, saber de legislação e de temas como as energias renováveis, ou a mobilidade condicionada, procurando ser o mais abrangente possível.

Pensamos de forma estratégica porque temos a experiência de sentir o território, estamos mais próximo das populações.

Estamos constantemente a renovar os nossos conhecimentos e a apostar na formação para que todos os trabalhos sejam um sucesso.

Qual foi a melhor aposta feita no negócio e a maior conquista, até ao momento?

A empresa cresceu diversificou-se bastante. Agora somos 4 sócios, para além dos dois fundadores. O Arquiteto Rui Serrano e o Engenheiro José Lourenço juntaram-se à equipa para estarmos mais aptos a trabalhar em mais áreas, com mais confiança.

Depois de já termos estado presentes em Itália, Croácia e Cabo Verde através de parcerias, agora arriscámos na reabilitação para provar aos nossos clientes que é possível investir e ter retorno.

Um dos motores da economia na área da construção tem sido a reabilitação. Tanto eu como o Pedro e o Rui temos uma especialização em reabilitação do património, e um MBA em reabilitação, renovação e requalificação urbana. Desde cedo que tínhamos essa visão de futuro.

Como vê a empresa daqui a 5 anos?

O equipamento público, a reabilitação de património, as obras mais viradas para a indústria, são trabalhos que nos atraem, são projetos que criam dinâmicas económicas na região. Criar condições para o desenvolvimento sustentável dos territórios de baixa densidade, é o grande desafio do Futuro e é aí que a MODO se está a posicionar.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here