Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

DUATLO CROSS: Octávio Vicente representa País na prova de Elites Europeia (com áudio)

O Médio Tejo e o País estiveram representados no Campeonato da Europa de Duatlo Cross, na categoria de Elite, através do atleta Octávio Vicente, atleta de Tramagal, concelho de Abrantes, actualmente sem clube e que corre como individual.

- Publicidade -

A prova disputou-se no passado dia 10 de outubro, em Castro Urdiales, uma cidade na costa do golfo da Biscaia e não muito longe de Bilbao, em Espanha, tendo Octávio Vicente concorrido na categoria de Elite neste Campeonato da Europa de Duatlo Cross, que também incluiu a participação de outros portugueses na categoria de Sub-23.

A prova foi dividida em três segmentos, repartidos por circuitos, em que os atletas tinham que percorrer várias voltas dos mesmos. Um primeiro segmento de corrida com a distância de 6 quilómetros (duas voltas de três quilómetros), o segundo segmento completo de BTT tinha a distância de 22,5 quilómetros (três voltas de 7,5 quilómetros) e um último segmento, novamente de corrida de 3 quilómetros (uma volta ao circuito de corrida).

- Publicidade -

otavio 3
Octávio Vicente no segmento de corrida

Octávio Vicente, quedou-se pela 21ª posição na categoria de Elites Masculinos, entre 69 atletas à partida, oriundos de 6 países. “Correu muito bem, senti-me muito bem no segmento de BTT, embora na corrida tivesse arriscado um bocadinho de mais ao inicio e tivesse que abrandar, porque sabia que depois podia pagar a fatura na bicicleta, mas correu muito bem”, disse Octávio ao mediotejo.net e prosseguiu “confesso que a adrenalina de partir na frente e lado a lado com os melhores, fez-me esquecer a táctica que trazia para a prova. Eu e o meu treinador sabiamos que não podiamos arriscar muito logo de inicio devido à dureza dos segmentos, mas a adrenalina do momento e aqueles cinco quilómetros e meio iniciais fizeram-me ir depressa de mais, mas ainda fui a tempo de emendar o erro”.

Para Octávio Vicente, estes foram, no duatlo, possivelmente dos percursos mais duros que encontrou até hoje. “A corrida era junto à costa, junto às arribas, em que começávamos com uma parede enorme em alcatrão de aproximadamente quinhentos metros, depois entrávamos num circuito sinuoso em que muitos caminhos eram em “single track”, num sobe e desce constante, com uma zona de transição de cem metros em areal”, disse. “O BTT era bastante exigente a nível físico, fiz o reconhecimento na vespera e tanto eu como os atletas que estavam comigo não conseguimos fazer as subidas na bicicleta, pois as rampas tinham pendentes na ordem dos quarenta por cento”, e também a descer o percurso tinha as suas dificuldades: “tinha uma parte muito técnica, onze atletas não terminaram a prova devido a quedas em que ficaram muito mal tratados. Eu arrisquei um bocado, apanhei alguns sustos, mas tinha mesmo que ser assim”.

Octávio 2
O atleta abrantino, no segmento de BTT

 

Para o atleta tramagalense não há nenhuma desilusão com a posição alcançada. “eu tenho este defeito, nunca estou satisfeito, quero sempre mais e é por isso que treino diariamente. Nunca termino uma prova satisfeito, mas foi uma grande experiência, estou muito satisfeito”.

Octávio Vicente, alcançou a 21ª posição no Campeonato da Europa de Duatlo Cross, com o tempo total de 1 hora, 44 minutos e 34 segundo, gastando mais dez minutos que o vencedor, o belga Kris Coddens.

 

Entrevista completa a Octávio Vicente:

 

 

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome