Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Direto | Sessão Extraordinária da Assembleia Municipal de Abrantes

Realiza-se dia 10 de novembro, sexta-feira, uma Assembleia Municipal Extraordinária, com início às 21h00, no Edifício Pirâmide, em Abrantes. A ordem de trabalhos desta sessão extraordinária inclui para aprovação o regimento da Assembleia, a calendarização das sessões para o ano de 2018, a eleição e designação dos seus representantes para os diversos organismos e comissões, inerentes ao novo mandato autárquico 2017-21.

A Sessão Extraordinária da Assembleia Municipal tem a seguinte ORDEM DE TRABALHOS:
1. Aprovação do Regimento para o Mandato 2017-2021;
2. Calendarização das Sessões da Assembleia Municipal para o ano de 2018;
3. Eleição para a Assembleia Intermunicipal da CIM do Médio Tejo (4 membros da Assembleia Municipal (eleitos diretamente)e substitutos);
4. Eleição para a ANMP – Associação Nacional de Municípios Portugueses (um Presidente de Junta de Freguesia e um substituto);
5. Eleição de um representante das Juntas de Freguesia para o Conselho Cinegético Municipal;
6. Designação de representante das Juntas de Freguesia para a Comissão Municipal Defesa da Floresta Contra Incêndios (Até cinco representantes das freguesias do concelho (Presidentes da Juntas de Freguesia);
7. Designação de representante de cada um dos partidos representados na Assembleia Municipal para o Conselho Municipal de Juventude.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome