Terça-feira, Dezembro 7, 2021

Dia de Tomar [1160-2017] | Além da Ribeira e Pedreira: o vale do Nabão em toda a plenitude

No âmbito do Dia do Município de Tomar, que assinala quarta-feira, dia 1 de março, os seus 857 anos de fundação, o mediotejo.net apresenta-lhe uma leitura alargada das 11 freguesias que compõem o território concelhio, com reportagens, história, entrevistas e um passeio guiado pela cidade templária à beira Nabão plantada. Conheça Além da Ribeira e Pedreira, Uniao de Freguesias que abraça o vale do Nabão em toda a sua plenitude.

O seu nome deriva do facto de aqui existirem pedreiras de onde saíram as pedras para os principais monumentos de Tomar. A nova unidade territorial que agrega Além da Ribeira e Pedreira resulta da reforma da divisão administrativa de 2013. Situa-se no extremo norte do concelho e faz fronteira com o concelho de Ferreira do Zêzere.  Além da Ribeira era a mais jovem freguesia do concelho de Tomar, criada em 1985 por desagregação da freguesia de Casais. A antiga freguesia da Pedreira foi criada por desmembramento da de Carregueiros em 1928.

A nova União das freguesias é atravessada pelo rio Nabão. Na zona da Póvoa existiu a fábrica de papel do Sobreirinho e mais a sul ainda funciona a fábrica de papel do Prado, principal empregador da freguesia. Em termos patrimoniais referência para várias grutas com importantes vestígios arqueológicos e para a secular quinta da Granja.

Igreja da Pedreira

Lugar de Sobreirinho, uma das atracões da freguesia

Tem a palavra… Alexandre Gabriel Mateus Horta, 43 anos, no cargo desde setembro de 2013, eleito pelo PSD

– Pontos fortes e pontos fracos da freguesia?
O melhor é o vale do Nabão e o pior a falta de saneamento básico em grande parte da Freguesia

– Como tem sido a relação da Junta de Freguesia com a Câmara de Tomar?
Tem sido uma relação institucional cordial, de parceria em diversas situações e fortemente virada para as populações que servimos.

– Que dificuldades sente na gestão da freguesia?
As dificuldades financeiras estão sempre presentes. A morosidade na resposta às candidaturas a fundos do Portugal 2020, realizadas pela Junta. A falta de tempo para tratar de todos os temas da competência da autarquia.

– Que implicações teve a agregação das freguesias no seu território?
O dobro do território para gerir. As assimetrias existentes nos dois territórios, que temos esbater ao longo do mandato. A dúvida das pessoas que não me conheciam.

– O que é mais gratificante no cargo de presidente de junta?
Sentir que o nosso trabalho ajuda a resolver os problemas das pessoas.

– Não gostaria de terminar o meu mandato sem…
… ver os projetos da Ecovia e do Centro Natureza da Póvoa realmente implementados.

Brasão: Escudo de ouro, cacho de uvas de púrpura folhados de verde, roda de carro de seis raios de verde e picão e maceta de negro, com os cabos passados em aspa, tudo bem ordenado; em chefe de Cruz de Cristo. Campanha diminuta ondada de três tiras ondadas de azul e prata. Coroa mural de prata, com três torres aparentes. Listel de prata com a legenda a negro, em maiúsculas: UNIÃO DAS FREGUESIAS DE ALÉM DA RIBEIRA E PEDREIRA

Bandeira: vermelha, cordões e borlas de ouro e vermelho. Haste e Lance de ouro.

Selo: nos termos do art.º 18 da Lei n.º 53/91, com a legenda União das Freguesias de Além da Ribeira e Pedreira.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome