Dia de Finados | Conheça as regras a cumprir nos cemitérios da região

No Dia de Todos os Santos, a 1 de novembro, e no Dia dos Finados (ou dos Fiéis Defuntos), a 2 de novembro, há tradicionalmente visitas dos familiares às campas dos seus entes queridos que já partiram, o que poderá representar ajuntamentos indesejados nos cemitérios durante estes dias. Como tal, a Direção-Geral de Saúde emitiu normas gerais sobre a frequência destes espaços, que os municípios podem adaptar de acordo com as suas necessidades.

PUB

O governo decretou a proibição de circular entre concelhos entre o dia 30 de outubro e 3 de novembro precisamente para diminuir a afluência nos cemitérios e para evitar encontros familiares mais alargados, que nas últimas semanas têm sido apontados como os principais focos de contágio, a nível nacional.

Ao contrário do que sucedeu já noutros locais do país, na região do Médio Tejo não existe, para já, nenhum município que tenha decidido fechar os cemitérios. Existem sim normas e recomendações ajustadas, de forma a garantir a distância social necessária em tempos de pandemia.

PUB

Estas são as informações para já disponíveis, concelho a concelho. Contudo, perante o evoluir da situação epidemiológica, poderá haver ainda restrições adicionais, que aqui procuraremos manter atualizadas.

ABRANTES – O Município de Abrantes vai manter os cemitérios no seu horário normal de funcionamento, no período compreendido entre 31 de outubro e 2 de novembro, mas com a exigência das seguintes regras de acesso e permanência:
– Limitação, em simultâneo, de duas pessoas por sepultura;
– A permanência no interior do cemitério deve ser feita no tempo mínimo indispensável, estando limitada a um período máximo de 45 minutos, por pessoa;
– Cumprimento das regras de distanciamento social (manter uma distância de, pelo menos, dois metros entre as pessoas), higiene de mãos e de etiqueta respiratória);
– Proibição de ajuntamentos de mais de cinco pessoas;
– Uso obrigatório de máscara;
– Sempre que sejam usadas vassouras, regadores ou outros equipamentos de utilização pública, dever-se-á lavar as mãos com água e sabão ou desinfetá-las.
De igual forma, devem ser integralmente cumpridas as instruções recebidas das Autoridades de Saúde.
A autarquia de Abrantes apela às famílias para que as visitas aos cemitérios para ornamentação de campas e jazigos se realizem antecipadamente, prevenindo aglomerações nos dias 31 de outubro, 1 e 2 de novembro, garantindo a proteção e segurança de todos.

PUB

ALCANENA – O cemitério de Alcanena vai estar aberto das 08:00 às 20:00 na sexta-feira, sábado e segunda-feira, sendo o horário alargado até às 22:00 no domingo, anunciou o município, “mediante certas restrições”. Assim, além do distanciamento físico entre pessoas que não são da mesma família e da obrigatoriedade de uso de máscara e higienização das mãos, é proibida a partilha de equipamentos e materiais de limpeza (baldes, regadores, vassouras, etc.) e serão distribuídos pelo recinto vários contentores de lixo “para a devida deposição dos resíduos, devendo ser utilizados por uma pessoa de cada vez, evitando ajuntamentos junto destes contentores”.

“Não será permitida a entrada e a permanência no cemitério a quem apresentar qualquer sintoma de febre, tosse ou dificuldade respiratória, sendo a pessoa aconselhada a dirigir-se para casa e contactar a Linha Saúde 24”, acrescenta. Caso venha a verificar-se a realização de funeral nestes dias, “o Cemitério Municipal de Alcanena encerrará ao público uma hora antes do funeral e pelo período necessário, de modo a garantir a inexistência de ajuntamentos e o controlo das distâncias de segurança, e respeitando o momento fúnebre”, afirma ainda a nota.  O município recomenda que as pessoas dos grupos mais vulneráveis, como pessoas idosas, grávidas e pessoas com doença crónica, evitem a deslocação ao cemitério nestes dias, “podendo fazê-lo em maior segurança fora deste período”.

CONSTÂNCIA – Em edital (que pode consultar aqui), a autarquia elucida os munícipes sobre as normas vigentes já a partir deste sábado, 24 de outubro, no sentido de fazer face à propagação da covid-19. Além do uso obrigatório de máscara no interior do cemitério, só podem permanecer duas pessoas junto de cada campa, sendo o tempo máximo de permanência permitido por pessoa de 45 minutos, período considerado “o necessário para proceder ao culto, limpeza e asseio das campas”. Outra das normas vigentes é a impossibilidade de partilhar material para limpeza das campas, sendo que todas as pessoas devem respeitar as medidas de distanciamento social de dois metros, bem como fazer a higienização das mãos e manter os cuidados de etiqueta respiratória “em todas as circunstâncias”.

ENTRONCAMENTO – A Câmara Municipal informa, em edital que pode consultar aqui, as normas vigentes para os dias 31 de outubro, 1 e 2 de novembro. Nestas datas, o horário das visitas decorre entre as 8h30 e as 17h00, não havendo lugar “a qualquer celebração religiosa no espaço do cemitério municipal”. Também as homenagens serão reduzidas a “deposição de flores ou outros símbolos de respeito”. Durante a permanência no espaço, é obrigatório o uso de máscara e o distanciamento social de dois metros entre cada pessoa, e os funcionários do espaço “poderão interpelar qualquer pessoa que viole reiteradamente estas regras”.

MAÇÃO – Os Cemitérios Municipais de Mação, Santos, Castelo/Aldeia de Eiras, bem como os de Penhascoso e Aboboreira, Cardigos e Vales/Carrascal vão permanecer abertos como habitualmente, mas os autarcas apelam ao respeito e cumprimento “escrupuloso de todas as normas preventivas e de segurança relativas à covid-19”, como a distância social, a utilização de máscara e a higienização das mãos, por forma a evitar contágios e a propagação da doença. A Junta de Freguesia de Cardigos alerta ainda para a necessidade de não se cumprir este ano tradição de “pedir os bolinhos”, dadas as circunstâncias.

OURÉM – O município de Ourém, no seguimento da declaração da situação de calamidade em todo o território nacional e tendo em conta os poderes de gestão do cemitério municipal atribuídos à autarquia, definiu o limite máximo de 10 presenças num funeral, para além dos familiares. Além disso, aplicam-se normas adicionais: uso obrigatório de máscara; limitação das presenças junto a cada sepultura (2 pessoas, no máximo); proibição da partilha de objetos de limpeza ou outros; proibição de ajuntamentos superiores a 5 pessoas. O cemitério fica também limitado à lotação máxima de 75 pessoas.

SARDOAL – O Cemitério Municipal de Sardoal encontra-se aberto aos sábados, domingos e feriados das 10h00 às 16h00. Sendo que no dia 2 de novembro, informa o Município, o cemitério também estará Aberto no horário indicado.
No entanto, até ao dia 2 de novembro as regras de acesso e permanência no cemitério são as seguintes: Limitar, em simultâneo, a presença de duas pessoas por sepultura; limitar a permanência de cada pessoa, no interior dos cemitérios, a um período máximo de 45 minutos, tempo necessário para proceder ao culto, limpeza e asseio das campas; uso obrigatório de máscara; manter distanciamento mínimo de 2 metros recomendado pela DGS, proibir a partilha de objetos de limpeza ou outros; proibir ajuntamentos de mais de cinco pessoas.
A autarquia apela às famílias para que não concentrem as suas visitar apenas nos dias 1 e 2 de novembro, aconselhando a que o façam ao longo da semana anterior a fim de se evitar ajuntamentos para uma melhor proteção da saúde pública salvaguardando a segurança de todos.

TOMAR – Os cemitérios vão estar abertos entre as 9h00 e as 17h00, sem interrupção à hora de almoço, mas as entradas serão controladas, permitindo-se apenas 25 pessoas no cemitério de Santa Maria dos Olivais e 60 pessoas no cemitério de Marmelais. O município apela ao reforço das regras de higienização nestes locais e o rigoroso cumprimento do distanciamento social.

O município informa ainda que os operadores de venda de flores naturais do Mercado Municipal vão estar a exercer a sua atividade no domingo, dia 1 de Novembro, entre 8h30 e as 14 horas, no espaço envolvente ao Mercado, caso o tempo se encontre estável, no espaço onde estava outrora situada a churrasqueira Mendes (do lado da Ponte Nova). Se se verificar mau tempo/chuva, estarão a operar no interior da tenda (do lado da Ponte do Flecheiro).

VILA DE REI – O Município “apela para que todos cumpram o distanciamento de segurança de dois metros entre visitantes (à exceção de pessoas do mesmo agregado familiar) e uso de máscara obrigatório”. A capacidade máxima de visitantes será de 25 pessoas em simultâneo os portões estarão sempre abertos, de forma a evitar o toque e contacto com os mesmos. “Os visitantes devem proceder à higienização das mãos sempre que toquem em superfícies comuns, como portões, torneiras ou caixotes do lixo”. Por fim, a autarquia apela às pessoas que apresentem sintomas de doença, nomeadamente tosse persistente, febre e/ou dificuldade respiratória que não frequentem o cemitério e contactem a Linha de Saúde 24: 808 24 24 24.

VILA NOVA DA BARQUINHA – No Cemitério Municipal de Vila Nova da Barquinha, o acesso entre os dias 24 de outubro e 2 de novembro está sujeito ao cumprimento das normas de segurança emanadas pela Direção-Geral da Saúde, nomeadamente o uso obrigatório de máscara e o cumprimento do distanciamento social recomendado de dois metros. Durante a permanência no cemitério, que não pode exceder os 45 minutos por pessoa, apenas podem estar duas pessoas por sepultura simultaneamente. Uma medida anunciada pelo Município de Vila Nova da Barquinha (e cujo edital pode conferir aqui), que proibiu também os ajuntamentos de mais de cinco pessoas. Está também proibida a partilha de objetos de limpeza de sepulturas, entre outros. A autarquia apela às famílias para que “na medida do possível, não concentrem as suas visitas apenas nos dias 1 e 2 de novembro”, aconselhando para que as mesmas seja feitas ao longo da semana que agora decorre para evitar ajuntamentos “para uma melhor proteção da saúde pública, salvaguarda e segurança de todos”.

FERREIRA DO ZÊZERE – Depois de uma “reunião de consenso” com os serviços de saúde e com os responsáveis da Igreja, a Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere, tomou medidas mais restritivas no que concerne ao funcionamento do Cemitério, entre os dias 30 de outubro e 8 de novembro, tendo em conta a situação de calamidade. A ocupação máxima do cemitério durante aqueles dias é de 96 utentes que se obrigam a usar  máscara e desinfetar as mãos à entrada e saída do cemitério, bem como manter o distanciamento físico de segurança, de pelo menos 2 metros (não coabitantes), quer no interior, quer no exterior do cemitério. Não é permitida a partilha de objetos comunitários, como baldes, regadores, vassouras, entre outros. A Câmara, no mesmo edital, avisa que “as pessoas devem permanecer no cemitério pelo tempo estritamente necessário ao culto, limpeza e arranjo das sepulturas/jazigo ou outro”. Não é permitida a permanência ou o ajuntamento de mais de cinco pessoas, quer no interior, quer no exterior do cemitério, salvo se pertencerem ao mesmo agregado familiar. Tudo isto “para salvaguardar a saúde e segurança da população de forma a mitigar o contágio da doença COVID-19”.

SERTÃ – O Cemitério Municipal da Sertã estará aberto no fim de semana de Finados, 31 de outubro e 1 de novembro (Dia de Todos os Santos), com medidas suplementares de segurança dada a situação de pandemia de Covid19, anunciou a autarquia. De acordo com o edital publicado o cemitério funcionará no referido fim de semana das 8 às 17 horas, com algumas medidas de segurança, como seja o uso obrigatório de máscara, o cumprimento do distanciamento físico recomendado, a permanência limitada a um máximo de 30 pessoas em simultâneo no interior do cemitério, o limite de cinco pessoas por agregado familiar por campa (excluindo crianças até 10 anos) e visitas limitadas a 30 minutos. A Câmara anuncia que haverá controlo de pessoas na entrada e saída do cemitério e disponibilização de álcool gel. Apela também a quem possa deslocar-se antes destas datas para o fazer, para que se evitem concentrações de pessoas no referido fim de semana, dando a possibilidade a todos de cumprirem a tradição própria da época, assegurando assim a proteção de todos. A gestão dos restantes cemitérios do Concelho da Sertã é da responsabilidade das respetivas Juntas e Uniões de Freguesia.

CERNACHE DO BONJARDIM – Na União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, no concelho da Sertã, os três cemitérios estarão abertos nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro, das 09h00 as 17h00, segundo edital da Junta de Freguesia. A autarquia apela a quem pretender “limpar e arranjar sepulturas e jazigos nos três cemitérios da união de freguesias, que o faça durante a semana, a fim de evitar ajuntamentos”. Não estarão disponíveis quaisquer utensílios de limpeza como seja baldes e vassouras. Além disso estará um colaborador à porta a controlar as entradas. Não serão permitidas mais de duas pessoas por sepultura, pede-se que se mantenha a distância mínima de dois metros e é obrigatório o uso de máscara.

CHAMUSCA – No concelho da Chamusca, a Câmara apenas tem responsabilidade em relação ao cemitério da vila, que vai estar aberto nos dias 31 de outubro, 1 e 2 de novembro, entre as 8h00 e as 17h00. Quanto a condicionalismos, mantêm-se os mesmos desde março. Só podem permanecer duas pessoas junto de cada campa, estabelecendo o máximo de 50 pessoas em simultâneo na totalidade do espaço do cemitério. A permanência junto das campas deve limitar-se ao tempo estritamente necessário. Não estão disponíveis equipamentos partilhados para trabalhos de limpeza e manutenção, uma vez que são materiais de uso comum e potenciais fontes de transmissão do vírus, mas é possível a utilização de materiais dos próprios. Os sanitários permanecem encerrados. De resto, aplicam-se as habituais regras de distanciamento social, higiene das mãos, etiqueta respiratória, entre outras.

PUB
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).