Deputado do PSD acusa Governo de adiar investimento no distrito de Santarém

O deputado social-democrata Duarte Marques confrontou esta quinta-feira, dia 5 de julho, o Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, com a perda de validade do Estudo de Impacte Ambiental e da Zona de Proteção do troço previsto para a concretização do IC3.

PUB

A perda de validade desta “Zona de Proteção” pode inviabilizar a concretização deste investimento estrutural para esta região.  Duarte Marques salientou o desleixo do Governo e apelou a que o Ministro “tudo fizesse para revalidar estas duas condições, o Estudo de Impacto Ambiental e a Zona de Proteção desta obra infra estruturante”.

Recorde-se que recentemente a Assembleia da República aprovou, por unanimidade, um Projeto de Resolução a recomendar ao Governo a conclusão do IC3 e em particular a criação de uma alternativa ao tráfego na vila da Chamusca que tem sido bastante prejudicada pelo trânsito provocado pelo transporte de resíduos perigosos.

PUB

O deputado do PSD exigiu também explicações ao Ministro Pedro Marques sobre “o atraso no investimento nas Estradas Nacionais 361 e 362 fundamentais para as populações e empresas dos concelhos de Santarém, Cartaxo, Rio Maior e Alcanena” que na resposta se comprometeu a “avançar em breve”.

A terminar Duarte Marques confrontou ainda Pedro Marques com “a falta de a tratamento justo aos concelhos afetados pelos incêndios perguntando mesmo quando vai o Governo cumprir a lei e tratar de forma justa e equivalente os concelhos afetados pelos incêndios?”. O deputado do PSD  afirmou que neste assunto  não pode haver “filhos e enteados”.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

1 COMENTÁRIO

  1. Estes investimentos andam a ser adiados há quantos anos, há quantas legislaturas, há quantos governos? Pois…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here