Sábado, Fevereiro 27, 2021
- Publicidade -

Deputado Carlos Matias (BE) pede intervenção sobre estradas nacionais em Salvaterra e Torres Novas

O deputado Carlos Matias (BE), eleito por Santarém, pediu hoje ao Governo, na sua intervenção no debate sobre o Orçamento de Estado, uma “intervenção urgente” nas estradas nacionais em Salvaterra de Magos e Torres Novas, pela “preocupação em inscrição orçamental” e pelo mau estado dos respetivos pavimentos.

- Publicidade -

“São vias sem segurança, com muito tráfego e muitos acidentes, alguns dos quais com vítimas mortais”, alertou o deputado do BE, apelando a uma “urgente requalificação” das Estradas Nacionais 118 e 367, que considerou “uma prioridade”.

O deputado Carlos Matias interpelou hoje o Ministro das Infraestruturas no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento do Estado 2017, tendo a mesma interpelação incidido sobre a necessidade de uma urgente intervenção nas estradas nacionais 118 e 367.

- Publicidade -

O deputado referiu-se ainda à situação na EN 349, na variante do Bom Amor, em Torres Novas, como “mais um ponto negro pelas razões mais dramáticas”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa intervenção. mas faltou ao sr. deputado ter-se lembrado da vergonha que que é a ER 361 entre Amiais de Cima de Alcanena – meia duzia de quilómetros – à espera de intervenção há dezenas de anos. Uma vergonha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).