Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“Defender a região sempre”, por Hugo Costa

No contexto do trabalho parlamentar que é desenvolvido na Assembleia da República, considero que tudo acaba por ter influência na nossa região, mesmo que sejam temas mais gerais e de âmbito mais nacional. A energia, os fundos comunitários, a agricultura, o ambiente e os transportes, por exemplo, estão sempre intimamente ligados também com os interesses do distrito pelo qual fui eleito.

- Publicidade -

O trabalho de proximidade com assuntos regionais é concretizado através de visitas, reuniões, presenças em cerimónias oficiais, perguntas ao Governo e indicativas legislativas do foro regional.

Entre os temas da nossa região a que mais me dediquei no último ano, temos o ambiente, a saúde, as infraestruturas, o apoio aos incêndios e a cultura.

- Publicidade -

Do ponto de vista ambiental chamei a atenção e pedi intervenção para os vários focos de problemas que surgiram no nosso território. Do Tejo ao Nabão, não esquecendo o Almonda e as questões relativas ao concelho de Alcanena, todos mereceram da minha parte a genuína preocupação. Não são temas fáceis mas, neste último ano, existiu uma evolução muito positiva nestes temas, nomeadamente com mais inspeções e investimento.

Em relação à saúde, a necessidade de melhoria dos cuidados foi sempre um trabalho vincado, quer estejamos a falar do Médio Tejo ou da Lezíria do Tejo. A região assistiu, no último ano, a novos investimentos na saúde mas a necessidade das populações continua a existir e merece todo o nosso empenho.

Em relação às infraestruturas, trabalhei no consenso necessário para a defesa de uma nova travessia do Tejo. Foi um trabalho que coordenei, também um projeto do Partido Socialista. Não isento de erros, o consenso permitiu que todos os partidos aceitem um desígnio comum do desenvolvimento da nossa região.

Também continuo a pressão em relação a outras estradas como a N361, ou a ligação do nosso distrito ao Alentejo. Em relação à ferrovia defendi maiores investimentos na nossa região, nomeadamente na melhoria da estação do Entroncamento, na valorização da EMEF e no fim das passagens de nível perigosas que temos no distrito.

Em relação ao tema das comunicações debati-me contra o encerramento das estações de CTT no distrito, e apoiei o encontrar de soluções para servir as populações.

Em relação aos incêndios, que no último Verão afetaram a nossa região, defendi sempre critérios justos na atribuição de apoios, levando essa mesma defesa a intervenções em Comissão e Plenário. É um tema sensível, mas defendi sempre intransigentemente os interesses da nossa região, e solidarizei-me sempre com as populações e autarcas.

Em temas como a cultura defendi investimento no nosso património, novos modelos de financiamento do museu nacional ferroviário e a defesa das nossas tradições milenares.

Outros temas como a proteção civil, a segurança, a economia e educação mereceram o meu trabalho e empenho muitas vezes invisível mas sempre a defender a região.

Deputado na Assembleia da República e membro das Comissões de Economia, Inovação e Obras Públicas e Habitação, é também membro da Comissão de Orçamento e Finanças. Diz adorar o Ribatejo e o nosso país. Defende uma política de proximidade junto dos cidadãos. Tem 36 anos, é de Tomar e licenciou-se em Economia pelo ISEG. É membro da Assembleia Municipal de Tomar e da Assembleia da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo. Tem como temas de interesse a economia, a energia, os transportes, o ambiente e os fundos comunitários.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome