Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Custos diretos com a diabetes aumentaram 50 milhões de euros num ano

Os custos com a diabetes em Portugal aumentaram cerca de 50 milhões de euros em 2014, face ao ano anterior, e o custo médio dos medicamentos mais do que duplicou nos últimos dez anos, revela o relatório “Factos e Números da Diabetes do Observatório Nacional de 2014”. A diabetes representou um custo direto estimado entre 1.300 e 1550 milhões de euros, um acréscimo aproximado de 50 milhões, face a 2013.

- Publicidade -

No âmbito do Dia Mundial da Diabetes e tendo em conta as prioridades definidas no Plano Local de Saúde do ACES Médio Tejo e pela Unidade Coordenadora Funcional da Diabetes do Médio Tejo, que congrega profissionais do ACES Médio Tejo e do Centro Hospitalar do Médio Tejo, foi proposto celebrar o Dia Mundial da Diabetes esta sexta-feira, dia 13 de novembro, a partir das 15h, com diversas iniciativas que vão decorrer no Palácio dos Desportos, em Torres Novas.

Do programa das comemorações constam diversas atividades de caráter formativo e lúdico, acessíveis a todos os utentes. Durante esta tarde estarão disponíveis inúmeros profissionais de saúde para ensinar e esclarecer os utentes como prevenir e tratar a diabetes.

- Publicidade -

Baseando-se em dados da Federação Internacional da Diabetes,  o relatório “Factos e Números da Diabetes do Observatório Nacional de 2014” dá ainda conta de que a doença em Portugal representou em 2014 um custo de 1.540 milhões de euros por indivíduo, valores que representam 1% do Produto Interno Bruto (PIB) e 10% das despesas em saúde.

Quanto ao custo médio das embalagens de medicamentos da Diabetes, mais do que duplicou o seu valor nos últimos dez anos.

O crescimento do custo dos medicamentos da Diabetes (mais 260%) tem assumido uma especial relevância face ao crescimento efetivo do consumo, quantificado em número de embalagens vendidas (mais 67%).

Segundo o observatório, os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) têm encargos diretos de 20,6 milhões de euros com o consumo de antidiabéticos orais e de insulinas, o que representa 8,5% dos custos do mercado de ambulatório com estes medicamentos no último ano.

Neste sentido, apesar do acréscimo de despesa registado no último ano, o relatório realça o facto de os encargos totais dos utentes com estes medicamentos terem estabilizado nos últimos três anos.

 

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome