Segunda-feira, Dezembro 6, 2021

Crónica fotográfica, por Paulo Jorge de Sousa

Num dos meus passeios de fim de tarde, passei pelo Albino e pela sua esposa, a Cristina, que andavam a apanhar a azeitona, como muita gente nesta altura do ano. Cumprimentei-os e pedi para tirar a fotografia. Foram muito amáveis e disseram que sim, que podia tirar à vontade. Isto de andar sempre com uma máquina fotográfica na mão e conhecer as pessoas raramente me devolvem o não.

- Publicidade -

O Albino estava satisfeito com a compra daquela ferramenta, um varejador elétrico.
Estava ligado à bateria que é a do trator e que para esta tarefa estava dentro de um carro de mão, para estar mais próximo e por ser mais prático de transportar de oliveira em oliveira. 

“Isto faz o trabalho de meia dúzia de pessoas, assim conseguimos fazer isto mais rápido e com menos gente”, dizia-me, ele enquanto exemplificava o seu funcionamento. 

- Publicidade -

Este ano tenho visto nas redes sociais que os lagares estão cheios de trabalho, havendo mesmo filas intermináveis de pessoas com tratores e carrinhas cheios de sacos de azeitona que chegam a passar lá parte da noite para não perderem a sua vez.

Fotografia: Sardoal, novembro de 2021.

Nasceu no Sardoal em 1964, e é licenciado em Fotografia. Fez o Curso de Fotojornalismo com Luíz Carvalho do jornal “Expresso” (Observatório de Imprensa). É formador de fotografia com Certificado de Aptidão Profissional (registado no IEFP). Faz fotografia de cena desde 1987, através do GETAS - Centro Cultural, do qual também foi dirigente e fotografou praticamente todos os espetáculos. Trabalha na Câmara Municipal de Sardoal desde 1986 e é, atualmente, Técnico Superior, editor fotográfico e fotógrafo do boletim de informação e cultura da autarquia “O Sardoal” e de toda a parte fotográfica do Município. É o fotógrafo oficial do Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal. Em 2009, foi distinguido pela rádio Antena Livre de Abrantes com o galardão “Cultura”, pelo seu percurso fotográfico. Conta com mais de meia centena de distinções nacionais e internacionais. Já participou em dezenas de exposições individuais e coletivas.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome