Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Crónica fotográfica, por Paulo Jorge de Sousa

Há dias que estamos num sítio à espera de uma boa oportunidade de fazer uma fotografia interessante e não acontece nada. As nuvens estavam escuras e ocupavam grande parte do horizonte. Parecia um dia desses, no Rossio ao Sul do Tejo, em Abrantes.

- Publicidade -

O sol estava a ir embora e não deixava antecipar nada de especial no seu horizonte. Andei a circular por ali e já estava de mala aviada para vir embora. De repente, já a caminho do carro, o céu começou a ficar de tons rosa, amarelos e depois cor de laranja. Voltei atrás. 

Todas as pequenas nuvens se tinham alinhado ali, para que o sol ainda as pudesse iluminar e criar um ambiente de fim de tarde inesquecível.  Até tive a feliz coincidência de estar a passar alguém na ponte, a pé, para humanizar ainda mais aquela paisagem.

- Publicidade -

Fotografia : Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, setembro de 2021.

Nasceu no Sardoal em 1964, e é licenciado em Fotografia. Fez o Curso de Fotojornalismo com Luíz Carvalho do jornal “Expresso” (Observatório de Imprensa). É formador de fotografia com Certificado de Aptidão Profissional (registado no IEFP). Faz fotografia de cena desde 1987, através do GETAS - Centro Cultural, do qual também foi dirigente e fotografou praticamente todos os espetáculos. Trabalha na Câmara Municipal de Sardoal desde 1986 e é, atualmente, Técnico Superior, editor fotográfico e fotógrafo do boletim de informação e cultura da autarquia “O Sardoal” e de toda a parte fotográfica do Município. É o fotógrafo oficial do Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal. Em 2009, foi distinguido pela rádio Antena Livre de Abrantes com o galardão “Cultura”, pelo seu percurso fotográfico. Conta com mais de meia centena de distinções nacionais e internacionais. Já participou em dezenas de exposições individuais e coletivas.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome