Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“Crónica fotográfica”, por Paulo Jorge de Sousa

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, já escrevia Camões. Mas esta crónica fotográfica não está a ser escrita com o mesmo sentimento e a mesma base melancólica atribuída à poesia de Camões, é antes uma constatação da forma como realmente tudo pode mudar e evoluir em diferentes direções.

- Publicidade -

Este é o campo de futebol de S. Domingos, na fronteira entre Sardoal e Abrantes (já motivo de crónica neste jornal), que continua a ter um pinheiro ali perto da grande área, reflexo de que há muitos anos não é usado.

No entanto, a menos de 20 metros passa a antiga Estrada Nacional 2, no seu trajeto inicial, e que era na altura a principal ligação entre o Sardoal e Vila de Rei e que constitui uma das grandes potencialidades turísticas do momento, não só para o Sardoal mas para todos os concelhos que atravessa. E também é ali que está a ser pintado um enorme mural (110 metros) alusivo à cultura do concelho de Sardoal.

- Publicidade -

Numa altura em que o turismo é encarado como forma de promoção da cultura e da rentabilização dos nossos recursos, S. Domingos, naquele bocadinho, consegue mostrar o que foi, o que é e o que poderá vir a ser.

Nasceu no Sardoal em 1964, e é licenciado em Fotografia. Fez o Curso de Fotojornalismo com Luíz Carvalho do jornal “Expresso” (Observatório de Imprensa). É formador de fotografia com Certificado de Aptidão Profissional (registado no IEFP). Faz fotografia de cena desde 1987, através do GETAS - Centro Cultural, do qual também foi dirigente e fotografou praticamente todos os espetáculos. Trabalha na Câmara Municipal de Sardoal desde 1986 e é, atualmente, Técnico Superior, editor fotográfico e fotógrafo do boletim de informação e cultura da autarquia “O Sardoal” e de toda a parte fotográfica do Município. É o fotógrafo oficial do Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal. Em 2009, foi distinguido pela rádio Antena Livre de Abrantes com o galardão “Cultura”, pelo seu percurso fotográfico. Conta com mais de meia centena de distinções nacionais e internacionais. Já participou em dezenas de exposições individuais e coletivas.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome