PUB

Crónica fotográfica, por Paulo Jorge de Sousa

Estamos num tempo em que crianças continuam a ser mortas em conflitos armados que nem elas nem nós percebemos porquê;

PUB

Em que o presidente da América sugere que a melhor forma de estabelecer a ordem na escola é dotar os professores com armas;

Em que as análises das águas de um grave incidente ambiental (provocado supostamente por uma empresa cujos donos são os mesmos de calados órgãos de comunicação social), desaparecem com o computador que as contêm num estacionamento de um restaurante;

PUB

Não admira assim que se tente algum refúgio ou tentativa de clamar por algum poder sobrenatural vindo do céu, já que por paragens terrenas, onde os homens estão dotados de pensamento, o nosso futuro esteja tão comprometido.

PUB
PUB
Paulo Jorge de Sousa
Nasceu no Sardoal em 1964, e é licenciado em Fotografia. Fez o Curso de Fotojornalismo com Luíz Carvalho do jornal “Expresso” (Observatório de Imprensa). É formador de fotografia com Certificado de Aptidão Profissional (registado no IEFP). Faz fotografia de cena desde 1987, através do GETAS - Centro Cultural, do qual também foi dirigente e fotografou praticamente todos os espetáculos. Trabalha na Câmara Municipal de Sardoal desde 1986 e é, atualmente, Técnico Superior, editor fotográfico e fotógrafo do boletim de informação e cultura da autarquia “O Sardoal” e de toda a parte fotográfica do Município. É o fotógrafo oficial do Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal. Em 2009, foi distinguido pela rádio Antena Livre de Abrantes com o galardão “Cultura”, pelo seu percurso fotográfico. Conta com mais de meia centena de distinções nacionais e internacionais. Já participou em dezenas de exposições individuais e coletivas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).