Criança desaparecida em Ourém nunca foi acompanhada pela Comissão de Proteção

O pequeno Martim foi encontrado por militares da GNR, 25 horas depois de ter desaparecido em Ourém. O momento foi registado pelos próprios com uma selfie Foto: GNR

A Câmara de Ourém esclareceu hoje que a criança que desapareceu em Amieira, na freguesia de Urqueira, e que foi encontrada pela GNR na terça-feira, nunca foi alvo de intervenção da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).

PUB

Numa nota de imprensa, que surge “na sequência de vários contactos da comunicação social junto da CPCJ de Ourém, no sentido de recolher informações sobre a criança desaparecida”, atualmente aos cuidados da família, o presidente do comissão e também do município, Paulo Fonseca, informa que “a criança nunca teve processo de promoção e proteção nesta CPCJ” e aguarda o “trabalho das entidades competentes (de primeira linha)”.

“Na eventual necessidade de proteção, a CPCJ intervirá nos termos das suas competências”, refere ainda.

PUB

O menino de dois anos estava desaparecido desde a manhã de segunda-feira e veio a ser localizado – “bem de saúde”, pelas 10:00 de terça-feira, por militares da GNR, a cerca de dois quilómetros da casa onde vivia e de onde desapareceu.

A Polícia Judiciária de Leiria continua a investigar o desaparecimento, mantendo em aberto a possibilidade de a criança se ter afastado sozinha e de se ter perdido ou de ter sido colocada no local onde foi encontrada por alguém.

PUB

 

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here