“Covid19: uma oportunidade para a nossa consciência”, por Duarte Marques

Numa crise como esta que atravessamos aprendemos a relativizar muitas situações. Passamos a dar outro valor a coisas tão simples como ter pão ou fermento para o fazer. Nunca, como agora, percebemos o quão fundamental era o papel daquelas pessoas que nos vêm buscar o lixo à porta de casa, a importância de quem está na caixa de um minimercado ou o desgraçado que todas as madrugadas se levanta mais cedo para trazer para a nossa mesa legumes, fruta, peixe ou carne.

PUB

PUB

Provavelmente, nunca demos o devido valor aos enfermeiros, técnicos de diagnóstico e auxiliares que tornam possível o funcionamento dos hospitais e garantem os cuidados de saúde. Provavelmente também nunca nos apercebemos dos riscos que bombeiros, forças de segurança ou técnicos de emergência correm ao contactar com tanta gente que desconhecem e a quem prestam ajuda ou garantem segurança.

Acredito que muitos de nós também nunca tenham reparado que enquanto ficamos em casa ou nos refugiamos de alguns perigos, há uma classe de jornalistas, fotógrafos e outros profissionais da comunicação social que continuam a arriscar a sua saúde para nos manterem informados.

PUB

Se calhar também nunca demos o devido valor às pessoas que tomam conta dos nossos idosos nos lares da terceira idade e que agora também arriscam as suas vidas para manterem o apoio a estas pessoas quando todo o país está em confinamento.

E os que produzem e apanham hortaliças, legumes, batatas e cenouras de sol a sol para nada nos falte à mesa e na prateleira dos supermercados. Podia dar aqui mais cem exemplos de funções vitais que nesta fase são cruciais e das quais muitas vezes nem nos lembramos.

Se algum lado bom desta crise existe é este desmantelar de supostas diferenças e classes sociais, é este desconstruir de uma estratificação social que é absurda e muitas vezes está apenas na nossa cabeça ou no nosso preconceito.

O carácter, a dignidade e o profissionalismo de cada um de nós não se mede na conta bancária ou tamanho do carro. Vê-se sim nas atitudes, na ética de trabalho e na solidariedade com os outros.

PUB
APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser), através do IBAN PT50001800034049703402024 (conta da Médio Tejo Edições) ou usar o MB Way, com o telefone 962 393 324.

PUB
Artigo anteriorMação | Câmara adquiriu duas novas viaturas para renovar frota municipal
Próximo artigoEntroncamento disponibiliza 188 computadores para alunos que necessitem
Duarte Marques, 38 anos, é natural de Mação. Fez o liceu em Castelo Branco e tirou Relações Internacionais no Instituto de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, com especialização em Estratégia Internacional de Empresa. É fellow do German Marshall Fund desde 2013. Trabalhou com Nuno Morais Sarmento no Governo de Durão Barroso ao longo de dois anos. Esteve seis anos em Bruxelas na chefia do gabinete português do PPE no Parlamento Europeu, onde trabalhou com Vasco Graça Moura, José Silva Peneda, João de Deus Pinheiro, Assunção Esteves, Graça Carvalho, Carlos Coelho, Paulo Rangel, entre outros. Foi Presidente da JSD e deputado na última legislatura, onde desempenhou as funções Vice Coordenador do PSD na Comissão de Educação, Ciência e Cultura e integrou a Comissão de Inquérito ao caso BES, a Comissão de Assuntos Europeus e a Comissão de Negócios Estrangeiros e Cooperação. O Deputado Duarte Marques, eleito nas listas do PSD pelo círculo de Santarém, foi eleito em janeiro de 2016 um dos novos representantes portugueses na Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, com sede em Estrasburgo. Sócio de uma empresa de criatividade e publicidade com sede em Lisboa, é também administrador do Instituto Francisco Sá Carneiro, director Adjunto da Universidade de Verão do PSD, cronista do Expresso online, do Médio Tejo digital e membro do painel permanente do programa Frente a Frente da SIC Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here