- Publicidade -
Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Covid-19 | Vila de Rei entrega ‘vouchers’ para serem usados no comércio local (C/ÁUDIO)

A Câmara de Vila de Rei vai entregar ‘vouchers’ de 50 euros a todos os profissionais que estiveram ao serviço durante o estado de emergência para serem descontados no comércio tradicional, um investimento que visa dinamizar a economia local. Este voucher de 50 euros abrange também as pessoas que, sendo recenseadas em Vila de Rei, cumpriram serviços na linha da frente em outros concelhos.

- Publicidade -

“A medida destina-se a dar um apoio direto à economia local, com a atribuição de um ‘voucher’ de 50 euros a cada um dos profissionais de saúde, elementos de segurança, forças armadas e prestadores de serviços de apoio social e em lares residenciais que estiveram ao serviço durante o estado de emergência para ser utilizados exclusivamente no comércio local”, disse à Lusa o presidente daquela autarquia do distrito de Castelo Branco, tendo feito notar que a medida vai abranger entre 400 a 500 pessoas.

Segundo Ricardo Aires, a esta medida, que “implicará um investimento direto na ordem dos 20 mil a 25 mil euros para ser usado no comércio tradicional”, junta-se ainda “um apoio extraordinário de 1.500 euros à corporação dos bombeiros locais e às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS’s) do concelho e por cada uma das seis Estruturas Residenciais Para Idosos (ERPI), o que implica mais cerca de 10 mil euros” a serem injetados na economia local.

- Publicidade -

“Esta ação tem o objetivo de estimular a economia local, apoiando as famílias e o comércio vilarregense, numa tentativa de minimizar os danos causados por toda esta inesperada situação”, disse o autarca, tendo feito notar que a medida, ao mesmo tempo, “é um reconhecimento aos profissionais de risco neste combate à pandemia da covid-19”.

O autarca de Vila de Rei explicou que a medida “pretende chegar ao comércio local, através das famílias, dando poder de compra às famílias mais fragilizadas”.

- Publicidade -

Neste contexto, Ricardo Aires desafiou também os vilarregenses que ficaram isentos do pagamento das faturas de água – incluindo saneamento, resíduos sólidos urbanos e taxa de recursos hídricos – nos meses de março, abril e maio, uma verba que estimou “na ordem dos 70 mil euros”, a que “possam também canalizar essa poupança para a economia local”.

No total, contabilizou, “serão cerca de 100 mil euros os apoios concedidos e que podem alavancar e ajudar a economia local”, valor que vai circular na comunidade e que resulta das isenções dadas às famílias e dos ‘vouchers’ e apoios extraordinários distribuídos a instituições, profissionais de saúde e outros agentes de proteção e segurança que estiveram de serviço em Vila de Rei durante o período do estado de emergência.

Com uma população de 3.452 habitantes (Censos 2011), Vila de Rei teve até hoje apenas uma pessoa infetada pelo novo coronavírus, tendo a mesma já sido considerada pelas autoridades de saúde como recuperada da doença e retomado a sua vida normal.

Uma das principais preocupações da autarquia reside no envelhecimento da população e no elevado número de lares, com centenas de idosos internados e outras centenas de profissionais e cuidadores.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome